Frankfurt

 

 

Frankfurt é uma cidade que, para muitos, é apenas um ponto de chegada, de partida ou de conexão na Alemanha. Além disso, é o grande centro financeiro do país, geralmente comparada à São Paulo, no Brasil. Mas, apesar disso, a cidade tem seu charme e pontos turísticos interessantes. Para conhecê-la, você não precisará de muitos dias. Talvez uns dois ou três já serão o suficiente para desbravar os seus principais atrativos.

Margeada pelo Rio Meno, a cidade de Frankfurt dispõe de ótimos restaurantes, alguns museus, outros atrativos e belas paisagens. Sua arquitetura tem um misto de moderno, com grandes prédios, e construções antigas.

Comece desbravando o centro antigo pela Romerberg, praça onde encontra a igreja Alte Nikolaikirche, a Prefeitura e a Fonte da Justiça. Ainda por ali, é possível visitar a Kaiserdom Catedral Gótica de S. Bartolomeu, considerada um dos símbolos da cidade. Próximo à praça, você poderá almoçar e dar uma volta pelo shopping MyZeil, que possui uma arquitetura muito moderna e chama muito atenção. Vale lembrar que o centro antigo foi todo reconstruído após a segunda guerra, que destruiu boa parte de Frankfurt.

Após o passeio pelo centro, vá caminhando pela Ponte de Ferro (Eiserner Steg), um ícone da cidade com uma bela vista do Rio Meno. Aproveite para conhecer alguns museus como o Stadel (museu de arte), Historisches Museum (museu sobre Frankfurt), Deutsches Filmmuseum (museu interativo sobre cinema), Museu Arqueológico e o Weltkulturen Museum (culturas do mundo). Todos esses museus estão concentrados na região Museumsufer.

E estando na cidade, não deixe de saborear as legítimas salsichas alemãs, o chucrute, o joelho de porco e o tradicional vinho de maçã. Uma dica para degustar o vinho é  ir até o Apfelwein Adolf Wagner. Você pode degustar várias dessa delicias em um Kleinmarkhalle, que fica bem no centro turístico.

Já pelo centro moderno de Frankfurt, é possível conhecer a Torre Eschenheimer, com 50 metros de altura. A torre é a unica construção medieval existente ainda na cidade. Outro ponto turístico da cidade é a Alter Opera, um majestoso prédio que quase foi completamente destruído na segunda guerra.

E para quem gosta de apreciar e curtir algumas horas em um belo parque, eu indico o Grüneburgpark, um dos principais parques da cidade de Frankfurt com muito espaço verde para ser apreciado.

Gostou das dicas? Então, não deixe de ler este post com os endereços e detalhes dos museus e atrativos citados aqui.

Precisa de hospedagem em Frankfurt? Não deixe de pesquisar as opções no maior site de hotéis e pousadas do mundo, o Booking.com.

Pontos turísticos de Montevidéu

Este slideshow necessita de JavaScript.

Está de malas prontas ou programando a sua viagem para Montevidéu? Então, anote as dicas abaixo dos pontos turísticos mais visitados por lá.

1 – Palácio Legislativo

Sede da Câmara dos deputados e do senado do Uruguai, esse enorme palácio conta com uma visita guiada que ocorre de segunda à sexta-feira. Sua arquitetura e fachada impressionam logo de início. Não deixe de visitar seu interior e obter mais informações sobre a história deste palácio.

Localização: Av. de Las LeyesAguada.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira de 10:30 às 15:00 h (horários sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Valor da entrada: 70 pesos uruguaios (valores sujeitos a alteração).

 

2 – Museu dos Andes

Museu dedicado à memória das 29 pessoas que faleceram no acidente aéreo de 1972, na cordilheira dos Andes. No acervo, você poderá encontrar relatos dos sobreviventes, peças do avião, peças de vestuário, fotos, etc.

LocalizaçãoRincón 61, Ciudad Vieja.

Horário de funcionamento: Segunda à sexta-feira de 10:00 às 17:00 h / Sábado de 10:00 às 15:00 h (horários sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Valor da entrada: Consulte o museu.

Site: http://www.mandes.uy

 

3 -Teatro Solís

Localizado próximo a Plaza Independência, o Teatro Solís é a principal casa de espetáculos de Montevidéu. O teatro foi inaugurado em 1856 e ao longo dos anos passou por algumas reformas. Sua fachada imponente e sua arquitetura são de impressionar. O interior do teatro é um espetáculo a parte, rico em detalhes e história. Durante a visita guiada, disponível em português, um pequeno grupo de atores interagem com os visitantes e torna a visita mais atrativa.

Localização: Reconquista s/n esq. Bartolomé Mitre, Ciudad Vieja.

Horários da visita: Terça e quinta-feira às 16 h / Quarta e sexta-feira e domingo às 11:00, 12:00 e 16:00 h / Sábado às 11:00, 12:00, 13:00 e 16:00 h (horários sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Valor da entrada: 60 pesos uruguaios (valores sujeitos a alteração).

Site: http://www.teatrosolis.org.uy/uc_153_1.html

 

4 – Mercado del Puerto

O Mercado del Puerto é o local mais indicado para você que quer degustar uma bela parrilla uruguaia. Os preços por lá são mais elevados, por ser um local super turístico. Caso não seja de seu interesse almoçar por lá, aconselho ir para, ao menos, visitar o local.

LocalizaçãoMercado Del Puerto – Piedras, 237.

Site: http://www.mercadodelpuerto.com.uy/

 

5 – Museu do Carnaval

Museu dedicado a essa festa que também acontece no Uruguai. O museu conta com divulgações e exposições de objeto desa festa tradicional.

Localização: Rambla 25 de Agosto de 1825, 218, 11000.

Horário de funcionamento: De segunda-feira à domingo de 11:00 as 17:00 h (horários sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Valor da entrada: 45 pesos uruguaios (valores sujeitos a alteração).

Site: http://museodelcarnaval.org/

 

6 – Museu Torres Garcia

Fundado em 1949, o museu é dedicado ao famoso pintor uruguaio Joaquín Torres Garcia. Com vário andares, o prédio do museu conta com obras do famoso pintor e com obras e oficinas de outros pintores internacionais.

Localização: Sarandí, 683 – Ciudad Vieja.

Horário de funcionamento: De segunda-feira à sábado de 10:00 às 18:00 h (horários sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Valor da entrada: 90 pesos uruguaios / 30 pesos uruguaios para estudantes (valores sujeitos a alteração).

Site: http://www.torresgarcia.org.uy/uc_121_1.html

 

7 – Parque Rodó

Localizado próximo ao bairro de Punta Carretas, esse lindo parque é ótimo para um passeio pela manhã. Reserve algumas horinhas e vá caminhar por ele. O parque possui muita vegetação, um lago e fontes, além do Museu de Artes Visuais.

Localização: No bairro de Punta Carretas, em frente a Playa Ramírez.

 

8 – Ramblas

Com mais de 20 km de extensão às margens do Rio del Plata, Las Ramblas é o conjunto de vias à beira mar. Uma das mais conhecidas na cidade é a Rambla de Pocitos. Aproveite o por do sol é vá caminhando ou pedalando pela orla. Aproveite para tirar uma foto no letreiro de Montevidéu e curtir à noite no bairro de Pocitos.

 

9 – Mausóleo General Jose Artigas

No centro da Plaza Independência fica o monumento em homenagem ao general que lutou plea independência do Uruguai. Ali estão as cinzas deste herói uruguaio. Desça as escadas e lá você verá mais esse monumento da cidade.

Localização: Plaza Independência.

Site: http://uruguay360.com.uy/uruguay/montevideo/mausoleo-de-artigas

 

10 – Mirador da Intendência de Montevidéu

Caminhando pela Av. 18 de Julho, você chegará ate o prédio da prefeitura, onde se encontra o mirante panorâmico da cidade. A fachada do prédio é grande e imponente. Aproveite e vá ate o centro de informações turísticas que fica bem ao lado da entrada e retire os tíquetes para poder subir até a vista panorâmica.

Localização: Av. 18 de Julio, 1360.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira às 11:00 h (horário sujeito à alteração sem aviso prévio)

Valor da entrada: Gratuito.

Site:http://www.montevideo.gub.uy/ciudad-y-cultura/agenda-cultural/mirador-panoramico

Montevidéu

Este slideshow necessita de JavaScript.

Montevidéu é um destino muito procurado por brasileiros, assim como Buenos Aires, para a primeira viagem internacional. À 3 horas de voo, tanto do Rio de Janeiro como de São Paulo, é um destino que cabe em um fim de semana ou feriado prolongado.

Caso queira incluir mais dias de visita a Montevidéu, a dica é tirar alguns dias para conhecer cidades próximas como Punta del Este (120 km de distancia) e Colonia del Sacramento (180 km de distancia).

Já na cidade de Montevidéu, comece o seu tour pela cidade velha. Caminhe por ali e vá até o Mercado del Puerto, onde poderá comer uma parrilla uruguaia. Dê uma volta pela Plaza Constitución, onde está localizada a  Catedral Metropolitana de Montevidéu. Já na Plaza Independência, não deixe de visitar o conhecido Teatro Sólis e fazer uma visita guiada. A única visita em português ocorre às 16:00 h. Aproveite para tirar uma foto da Puerta de la Ciudadela e conhecer  Mausóleo General Jose Artigas (monumento que guarda as cinzas desse herói nacional), que fica bem no meio da praça.

Na praça também se encontra um dos prédios mais antigos da cidade, o Palácio Salvo. Continuando no sentido contrário da praça, caminhe pela AV. 18 de Julho e vá desbravando o comércio local. Ao longo da avenida, você verá a fonte dos cadeados e o Mirador da Intendência de Montevidéu. No local, há um mirante no último andar do edifício com uma bela vista da cidade.

Ainda na cidade velha é possível visitar os museus Torres García (museu dedicado ao maior artista uruguaio), Museu Andes 1972 (museu que relembra a queda do avião com time uruguaio),  Museu del Carnaval, Museu Histórico Nacional, dentre outros.

No dia seguinte, vá ate o bairro de Pocitos, onde é possível passear pelas ramblas e tirar uma foto no letreiro de Montevidéu. A rambla com extensão de 22 km margeia o Rio da Prata. Conheça o Parque Rodó, que fica em frente a pria de Ramirez.

O bairro de Pocitos tem uma noite bem agitada. Aproveite para passear e conhecer alguns restaurantes locais.

Outro local a ser visitado e que conta com uma visita guiada em português, que ocorre em dois horários às 10:30 h  e às 15 h, é o Palácio Legislativo. Ele fica localizado no bairro Aguada a 3 km da Plaza Independência.

As distâncias entre alguns pontos turísticos é um pouco grande. Se você não quiser utilizar o transporte público, recomendo alugar um carro. O site que sempre indico é o Rental Cars.

Na cidade, também é possível assistir a shows de tango e conhecer e jogar em cassinos.

Caso tenha mais um dia disponível na sua viagem, é possível ir até a vinícola Bodega Bouza, que fica a 16 km do centro de Montevidéu.

Gostou das dicas, não deixe de ler esse post onde detalho alguns pontos turísticos da cidade e boa viagem!!!

Pontos turísticos de Berlim

O seu próximo destino é a Alemanha? Berlim está entre as cidades que irá visitar?

Ótimo, abaixo listo os principais pontos turísticos da cidade e suas informações. Não deixe de ler esse outro post com mais dicas desta incrível cidade.

1 – Portão de Bradenburgo

Cartão postal da cidade, foi construído em 1791 e servia como um dos portões de entrada da cidade. Na época em que a cidade foi dividida pelo muro, o portão ficou quase 30 anos do lado oriental. Muitos se lembram do monumento como palco da derrubada do muro de Berlim, largamente noticiada pela mídia no ano de 1989.

Localização: Pariser Platz, 10117.

2 – Ilha dos museus

Local dedicado à arte e às ciências, a Ilha dos museus localizada no rio Spree (distrito de Mitte), possui cinco renomados museus. São eles: o Altes Museum (abriga coleção de artes da familia real da Prússia), o Neus Museum (abriga coleções do antigo Egito, pré história e história antiga), o Pergamonmuseum, o Bode Museum (arte Bizantina e coleção de moedas) e a Alte Nationalgalerie (abriga coleções de arte do modernismo, romantismo, entre outras).

Localização: Am Lustgarten 1,10117.

Horário de funcionamento: das 10 h às 18 h (o horário poderá sofrer alterações, consulte site abaixo).

Site: http://www.smb.museum/home.html.

3 – Muro de Berlim

No ano de 1989, o mundo via a sua queda e, com o passar dos anos, esse fato ainda desperta a curiosidade das pessoas. Como ir a Berlim e não ver o muro? É possível ver algumas partes do muro na East Sidde Gallery (localizado: Mühlenstraße 1 – Friedrichshain, 10243). Para ter mais informações sobre a história do muro, você poderá ir ate o Memorial do muro de Berlim (localizado: Bernauer Str. 111, 13355). Ele funciona a céu aberto ao longo da via, onde é possível ver fotos e um pouco dos relatos dessa época.

4 – Memorial do Holocausto

Bem próximo ao portão de Bradenburgo, o memorial é dedicado aos judeus mortos na Europa na época do Holocausto. O local consiste em 2.711 blocos de concreto de diferentes tamanhos. É possível ter mais informações sobre a perseguição aos judeus em uma sala de exposição que fica no local.

Localização: Cora-Berliner-Straße 1 – Tiergarten.

5 – Reichstag

Prédio que abriga o parlamento alemão, o prédio imponente abriga muita história. Em 1933, sofreu um grande incêndio um mês após a nomeação de Adolf Hitler para o cargo de chanceler da Alemanha. Atualmente, a cúpula e o terraço são abertos à visitação, porém é necessário agendamento prévio.

Localização: Platz der Republik 1 – Tiergarten, 11011.

Site: https://visite.bundestag.de/BAPWeb/pages/createBookingRequest.jsf?lang=en.

6 – Alexanderplatz e Torre de TV

A Alexanderplatz é uma enorme praça, por onde várias linhas de metrô passam. É nela que se concentram muitas lojas  e restaurantes.

A torre de TV, localizada próximo a Alexanderplatz, é uma torre de 368 metros de altura. No terraço panorâmico aberto à visitação, é possível ter uma vista incrível de Berlim.

Localização da Torre de TV: Panoramastraße 1a, 10178.

Valor de entrada: 13 euros (adultos)/ 8,50 euros (Chd 3-16 anos).

7 – Checkpoint Charlie

Durante a guerra fria em que a cidade era dividida entre Berlim Ocidental e Oriental, Checkpoint Charlie era um posto usado por membros da forças aliadas para passar de um lado para o outro. Hoje em dia se tornou mais um simbolo histórico e ponto turístico da cidade.

Localização: Friedrichstrasse 43-45 – Kreuzberg, 10969.

8 – Igreja Memorial Kaiser Wilhelm

Em 1890, a igreja foi construída e durante a segunda guerra boa parte dela destruída. O pináculo da igreja destruído foi restaurado e hoje é um memorial de guerra.

Localização: Breitscheidplatz.

9 – Gendarmenmarkt

A Gendarmenmarkt é uma linda praça de Berlim. Nela você poderá ver incríveis edifícios que podem ser visitados, tais como o Konzerthaus (Casa de Concertos), o Französischer Dom (Catedral Francesa) e o Deutscher Dom (Catedral Alemã). Na praça, é possível encontrar bares, lojas e bons restaurantes e na época de natal uma grande feira é montada por lá.

Localização: Gendarmenmarkt, 10117.

Berlim: a capital reunificada

 

Portão de Brademburgo

Capital da Alemanha, Berlim é cheia de história e beleza. A cidade passou por muitos altos e baixos. Em um de seus períodos mais conturbados, a construção de um muro dividiu não somente a cidade, mas cada família que viveu esse pedaço da história. Quando finalmente houve a reunificação da cidade (e do país), esta passou a se tornar uma das mais incríveis da Europa.

Conhecer Berlim é se integrar na história desse país e em tudo o que aconteceu. É querer conhecer cada museu, praça, palácio, restaurante e atrativo que ela tem a nos oferecer. A dica é andar muito e desbravar todos os principais pontos turísticos da cidade sem pressa. O clima nessa região da Alemanha é mais frio, mesmo na época mais quente do ano.

Na época de natal, a cidade se transforma e as baixas temperaturas ficam em segundo plano. Visitar e curtir as lindas feiras de natal e tirar uma foto junto à enorme árvore no Portão de Bradenrburgo de recordação são coisas a se colocar na lista para fazer na cidade.

Para conhecer bem as atracões da cidade, uma estadia de no minimo cinco diárias é o ideal para começar. Verifique a época do ano que irá visitá-la por conta das baixas temperaturas. Além disso, atente-se para a região onde irá se hospedar. O ideal é que seu hotel fique próximo a uma estação de metrô, pois a cidade é toda cortada por ele. O bairro central de Mitte é uma boa dica de hospedagem, por estar localizado próximo a Ilha dos Museus e a outros atrativos.

Como citei acima, a melhor opção para se locomover na cidade é usando o transporte público. Lá, os sistemas mais usados são o ônibus, metrô (subterrâneo – U-Bahn) e o tram (bondinho – S-Bahn). Nos pontos de ônibus e tram, você encontrara uma tabela com os locais que aquela linha percorre e seus horários. A rede de transporte se divide em três zonas: A, B e C. A zona A é onde se concentra a maior parte dos pontos turísticos. Você também pode optar pelos ônibus turísticos o Hop On – Hop Off, onde você paga um valor por tantos dias de viagem e sobe e desce nas principais atrações.

Dica: Em Berlim, há a linha de ônibus 100, que percorre as principais atrações turísticas. Seu trajeto é entre a estação Zoologischer Garten e a Alexanderplatz. Essa é uma linha comum de transporte deles, por isso sai bem em conta utilizá-lo. O bilhete unitário sai a 2,70 euros (em 04/2017). Para mais detalhes de como se locomover com o transporte público em Berlim, acesse o site da BVG.

Quanto à hospedagem, a dica principal é se hospedar próximo a uma estação de metrô. Escolha preferencialmente algum desses bairros: Mitte, Tiergarten ou Charlottenburg. Sempre uso o Booking.com para pesquisas e reservas de hotéis. Não deixe de olhar o mapa e ver a região onde o hotel fica.

As principais atrações da cidade que você não pode deixar de visitar são o Portão de Bradenburgo, a Ilha dos Museus, o Muro de Berlim, o Reichstag, o Memorial do Holocausto, a Alexanderplatz, a Torre de TV, o Gendarmenmarkt, o Checkpoint Charlie e a Igreja Memorial Kaiser Wilhelm. Além desta lista enorma, há muitos outros pontos de interesse. Leia detalhes desses atrativos neste outro post.

E não menos importante, não deixe de experimentar a comida típica da Alemanha: seus salsichões, o famoso Currywurst (O Curry 36 é um dos mais famosos na cidade), a tradicional cerveja alemã, o pretzel, e o famoso chocolate Ritter Sport (não deixe de visitar sua enorme loja em Berlim).

A cidade de Berlim, é impressionaste e você não deve deixá-la de fora em sua visita à Europa ou à Alemanha. Anote todas as nossas dicas e inclua ela no seu roteiro. Boa Viagem!!!

Pontos turísticos de Buenos Aires

Para quem vai pela primeira vez à Buenos Aires, recomendo uma estadia na capital Argentina de pelo menos quatro dias. A cidade possui bastante atrações e com tempo você poderá descobri-las. Anote nossas dicas e faça o seu roteiro.

1 – Obelisco e Av. 9 de Julio:

O Obelisco é o símbolo da cidade de Buenos Aires. Fica localizado na Av. 9 de Julio, uma das avenidas mais movimentadas da cidade e uma das mais largas do mundo. Caminhe por ela até o Obelisco e tire várias fotos deste monumento argentino.

2 – Teatro Colón

O famoso teatro Colón, fica também localizado bem próximo ao Obelisco. Lá, você poderá fazer uma visita guiada e conhecer várias partes desse teatro.

Valor da entrada: 250 pesos.

Localização: Cerrito 628, Buenos Aires.

Horário de funcionamento: 9:00 às 17:00 h.

http://www.teatrocolon.org.ar/pt

3 – Café Tortoni

O café Tortoni fica localizado na Av. de Maio. Antigamente era frequentado por pessoas importantes da Argentina como músicos, poetas e intelectuais. Atualmente, se tornou um ponto turísticos da cidade, mas que também é bastante frequentado por seus moradores. Além de poder desfrutar de um café no local, você poderá assistir a um de seus shows de tango, que ocorrem na sala aos fundos do café.

Valor da entrada: Gratuita. Para assistir um show de tango, consulte a casa.

Localização: Av. de Maio 825, Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Diariamente de 8:00 às 1:00 h.

http://www.cafetortoni.com.ar

4 – Catedral Metropolitana

A principal igreja católica de Buenos Aires fica localizada na praça de Maio. A catedral, que tem uma linda fachada, foi construida no século 18 abriga o túmulo de San Martin, o general líder da independência argentina. Essa era a catedral que o Papa Francisco celebrava suas missas quando ainda estava na arquidiocese de Buenos Aires.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Calle Rivadavia s/n, 1004 Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberta diariamente.

http://www.catedralbuenosaires.org.ar/

5 – Casa Rosada

A Casa Rosada é a sede presidencial da republica argentina. É um dos edifícios mais famosos de Buenos Aires e um ponto turístico imperdível. Aos domingos, é possível fazer uma visita guiada em seu interior.

Valor da entrada: A visita aos domingos é gratuita.

Localização: Balcarce 50, Plaza de Maio – Buenos Aires.

Horário de funcionamento: 10:00 às 18:00 h aos domingos e feriados.

http://www.casarosada.gob.ar/

6 – Museu del Bicentenário

O Museu del Bicentenário fica localizado atrás da Casa Rosada. Neste museu, estão expostos objetos de vários presidentes da Argentina, além da historia de cada um deles. Recomendo a visita.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Hipólito Yrigoyen 219, Plaza de Mayo.

Horário de funcionamento: Aberto de quarta à domingo das 10:00 às 18:00 h.

http://www.museobicentenario.gob.ar/

7 – Cabildo

Edifício histórico de Buenos Aires, localizado na Praça de Maio. O Cabildo antigamente tinha varias funções jurídicas e administrativas. Foi no Cabildo que foi declarada a revolução de maio de 1810. Hoje, como museu, abriga muito da história do local e da revolução.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Bolívar 65, 1066 – Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberto terça, quarta e sexta-feira de 10:30 às 16:30 h / De quinta-feira das 10:30 às 19:30 h / Sábado e domingo das 10:30 às 17:30h.

https://cabildonacional.cultura.gob.ar/

8 – Galerias Pacifico e Calle Florida

A Galerias Pacifico localizada na Calle Florida é um shopping com várias lojas e uma ótima praça de alimentação. Além de seus atrativos, tem uma arquitetura lindíssima. Quando for conhecê-la, aproveite para caminhar pela Calle Florida, onde você encontra muitas lojas, casas de câmbio e agências turísticas.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Florida y Av. Córdoba, Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberta diariamente de 10:00 às 21:00 h.

9 – Livraria El Ateneo Grand Splendid

Escolhida pelo jornal The Guardian como a segunda livraria mais linda do mundo, a livraria El Ateneo é um dos pontos turísticos imperdíveis da cidade de Buenos Aires. Possui uma belíssima arquitetura e um acervo imenso de livros. Reserve um tempinho para conhece-la e tomar um café por lá.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Av. Santa Fé 1860, 1123, Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberto de segunda-feira a sábado de 9:00 às 22:00 h/ Domingo de 12:00 às 22:00 h.

http://www.yenny-elateneo.com/

10 – Cemitério Recoleta

O cemitério Recoleta se tornou um ponto atrativo de Buenos Aires. Um dos túmulos mais visitados por lá é o de Eva Perón (grande líder política argentina).

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Junín 1760, 1113 – Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente das 7:00 às 17:30 h.

11 -Museu Nacional de Bellas Artes

Museu de arte argentina com exposição de pinturas e esculturas de vários pintores famosos como Rembrandt, Rodin, Monet, dentre outros. Há também muitas obras de arte de pintores argentinos que retratam muito do século passado.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Av. del Libertador 1473, Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberto de terça a sexta-feira das 11:30 às 19:30 h / Sábado e domingo das 9:30 às 19:30 h.

http://www.mnba.gob.ar/

12 – Museu de los niños

Museu interativo para as crianças. Imperdível para quem viaja com os pequenos, fica localizado no shopping Abasto. Museu lúdico, que simula uma cidade em tamanho pequeno para as crianças se divertirem.

Valor da entrada: Adultos 40 pesos / Crianças 130 pesos durante a semana e 140 pesos nos fins de semana.

Localização: Av. Corrientes 3247, Buenos Aires.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo das 13:00 às 20:00 h.

http://www.museoabasto.org.ar/

13 – Floralis Generica

A Floralis Generica é uma escultura metálica, localizada na Praça das Nações Unidas. A flor tem um sistema mecânico que a faz fechar e abrir durante o dia.

Localização: Av Pres. Figueroa Alcorta 2263, Buenos Aires.

14 – Caminito e Estádio do Boca Juniors.

O Caminito é uma rua colorida e cultural localizada no bairro de La Boca. Antigo bairro portuário, o local se tornou atração turística. Recomendo a visita durante o dia.

Caminhando por lá, você chegará ao estádio do Boca Juniors, importante time de futebol da capital argentina. Lá é possível visitar o museu e fazer uma visita guiada até o campo e os vestiários.

Valor da entrada ao estádio do Boca: Visita express 160 pesos / Estádio tour + museu 180 pesos.

Localização do estádio do Boca: Brandsen 805, Buenos Aires.

Horário de funcionamento do museu do estádio: Aberto diariamente de 10:00 às 18:00 h.

http://www.museoboquense.com

Além desses pontos turísticos, você ainda pode reservar uma tarde para compras nos outlets da Av. Córdoba, visitar o museu Malba, o Jardim Botânico, o Jardim Japonês, o Museu Evita, o Porto Madero, etc.

Leia nossas dicas sobre shows de tango.

Buenos Aires

Buenos Aires é a capital da Argentina e está há poucas horas de avião do Brasil. A cidade costuma ser um dos primeiros destinos internacionais do turista brasileiro por ser próximo ao Brasil e pelo seu custo baixo em relação a outras viagens internacionais.

Com muita história, arquitetura e encantos, essa grande cidade da Argentina atrai muitos turistas ao longo do ano. Possui dois aeroportos: o internacional Ezeiza, mais distante, e o Aeroparque, mais próximo ao centro. Chegando pelo Aeroparque, em poucos minutos de táxi você estará na região central de Buenos Aires. Já chegando pelo Ezeiza, você levará por volta de 30 minutos de táxi ou transfer até o centro. Para quem chega nesse aeroporto, a dica é já fechar um transfer ou os remises.

Dica: A empresa Tienda León faz transfer para o Centro ou Aeroparque. Acesse o link e veja os valores.

Locomover-se na cidade não é muito difícil. Andar de táxi pela cidade é barato, mas caso opte por transporte público (ônibus ou metrô), você deve adquirir o cartão Subte e recarregá-lo previamente. O transporte por lá não aceita notas, somente moedas e o cartão.

Se ficar hospedado pelo centro, o que recomendo, você poderá fazer muitas coisas a pé. Não deixe de bater perna pelo Centro, pelo Porto Madero, pela Recoleta, por Palermo, assistir um show de tango e comer um bom churrasco argentino. Buenos Aires possui muitos atrativos: museus, pontos turísticos, monumentos históricos, etc.

Quanto à parte financeira da viagem, recomendo levar real em espécie e trocá-lo por pesos já em Buenos Aires. Fique atento ao  câmbio paralelo. Apesar de um bom valor para troca, você pode se deparar com notas falsas. Troque no Banco Nacional ou em casa de cambio confiável.

Em quatro dias é possível visitar a capital da Argentina e conhecer os seus principais pontos turísticos: Av. 9 de Julio, Obelisco, Teatro Colón, Catedral Metropolitana, Casa Rosada, Porto Madero, Caminito, Estádio do Boca Juniors, Cemitério Recoleta, feira de San Telmo, Palermo, etc.

Não deixe de ler nossas dicas de pontos turísticos de Buenos Aires e boa viagem!!!