Ouro Preto

Este slideshow necessita de JavaScript.

Patrimônio mundial da Unesco, Ouro Preto foi palco de muita história e conflitos relacionados à extração do ouro no Brasil. Com belos casarões coloniais e igrejas, Ouro Preto é um destino histórico de grande importância.

Para conhecer a cidade esteja preparado para andar bastante pelo centro histórico. A dica é ir com um sapato bem confortável e muita disposição. A maioria dos pontos turísticos se encontram no entorno do centro histórico da cidade, além de feiras de antiguidade e restaurantes. Você poderá começar o passeio pela praça Tiradentes que é muito conhecida e visitada, pois foi ali que ficou exposta a cabeça de José da Silva Xavier, o Tiradentes.

Muitas igrejas fazem parte do cenário de Ouro Preto e mostram a ostentação na época pelo ouro. Seus altares, objetos, santos e paredes carregam muitos quilos do ouro extraídos por ali. Entre as mais visitadas estão São Francisco de Assis, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, Matriz do Pilar, Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Antonio Dias, dentre outras. Neste outro post detalho cada uma das igrejas.

Também podemos destacar os inúmeros museus da cidade: Museu da Inconfidência, Museu de Arte Sacra do Pilar, Museu Aleijadinho, Museu do Oratório, Museu Casa dos Contos, Museu Casa Guinard, Museu do Ouro, Museu das Reduções, Museu do Chá, Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas, etc.

Além das igrejas e museus, você poderá apreciar a arquitetura colonial do centro histórico e seu entorno. Muitas casas e prédios são preservados e controlados pelo IPHAN.

O ecoturismo também é muito presente em Ouro preto. A cidade possui muitas trilhas, cachoeiras, rios e minas desativadas que podem ser visitadas. Entre as minas que você poderá visitar por lá estão: Mina do Chico Rei, Mina de Ouro da Passagem, dentre outras.

Ouro preto também é muito conhecida pelas suas boas universidades, o que atrai a procura de muitos jovens. A cidade possui mais de 200 repúblicas universitárias. No feriado de carnaval, a cidade fica bem movimentada pelos universitários e turistas que querem curtir a festa por lá.

Outro feriado que atrai muitos turistas é a Semana Santa, onde as igrejas promovem grandes procissões e os imensos tapetes de flores pelas ruas.

Outra atração que poderá entrar em seu roteiro é o passeio de Maria Fumaça até a cidade de Mariana. Você poderá comprar o bilhete de ida e volta, ou somente ida e talvez optar por voltar de ônibus. Neste link é possível obter informações de horários e valores do passeio.

E claro, Ouro Preto possui inúmeros lugares para se hospedar, desde hospedagens mais econômicas como as mais luxuosas e charmosas. Sempre indico o Booking.com para reservar o seu hotel e hospedagens com uma boa localização para facilitar o seu passeio e deslocamento.

E estando em Minas Gerais, não deixe de aproveitar e provar todas as delícias típicas desse Estado, tais como o pão de queijo, o doce de leite e a comida mineira no geral.

Dica: Muitas igrejas e museus estão fechados na segunda-feira. Fique atento aos dias e horários de abertura das atrações. Além disso, a maioria das igrejas por lá cobram um valor de entrada.

Museus gratuitos pelo mundo

Que tal conhecer grandes museus pelo mundo e ainda conseguir visitá-los gratuitamente?

Muitos museus pelo mundo valem cada centavo pago no ingresso e fazem você querer voltar com certeza. Porém, o que poucos sabem é que muitos deles possuem gratuidade em algum dia da semana.

Então, vou listar alguns museus espalhados pelo mundo e o dia de gratuidade de cada um deles para que você possa programar sua visita:

Coliseu_Roma
Coliseu

1 – Coliseu (Roma): Um dos museus mais visitados da Europa. Visita imperdível em sua ida à Roma! Entrada grátis no primeiro domingo de cada mês.

Localização: Piazza del Colosseo, 1, 00184 Roma, Itália.

2 – Museu do Louvre (Paris): Famoso museu de Paris com um acervo gigantesco e possui o famoso quadro de Leonardo da Vinci – a Monalisa. A entrada no Louvre é grátis no primeiro domingo de cada mês (somente de outubro a março).

Localização: 75001 Paris, França.

Museu_Vaticano
Museu do Vaticano

3 – Museu do Vaticano (Vaticano): Famoso e conhecido pelas pinturas de Michelangelo, principalmente na Capela Sistina. Entrada grátis no último domingo do mês.

Localização: Viale Vaticano, 00165 Roma, Itália.

4 – Galleria Dell`Accademia (Firenze): Famoso por possuir a verdadeira estátua de Davi, de Michelangelo. Entrada grátis no primeiro domingo de cada mês.

Localização: Via Ricasoli, 58/60, 50121 Firenze, Itália.

British Museum

5 – British Museum (Londres): Museu dedicado à arqueologia com exposição da famosa Pedra de Roseta. Entrada grátis diariamente.

Localização: Great Russell St, London WC1B 3DG, Reino Unido.

6 – Institute Of Contemporary Art (Boston): Famoso e moderno museu de Boston com acervo contemporâneo e mostras temporárias. Entrada grátis às quintas das 17:00 às 21:00 h.

Localização: 465 Huntington Ave, Boston.

7 – National Gallery Of Art (Washington d.C): Famoso museu de Washington, possui um grande acervo de arte, pinturas e esculturas. Entrada grátis diariamente.

Localização: 6th & Constitution Ave NW, Washington.

Museu_historia natural_NY
Museu de História Natural NY

8 – Museu de História Natural de Nova York: Museu dedicado à historia natural e famoso pelos grandes esqueletos de dinossauros, que atraem milhares de visitantes por ano. Possui o sistema pague quanto quiser diariamente.

Localização: Central Park West & 79th St, New York.

9 – Museu de Arte Moderna (Nova York): Possui obras de grandes artistas como Van Gogh, Rodin, Picasso, etc. Entrada grátis às sextas-feiras das 16:00 às 20:00 h.

Localização: 11 W 53rd St, New York.

National Gallery
National Gallery

10 – National Gallery (Londres): Com obras do século 13 ao 20, o museu expõe obras renascentistas, modernistas e impressionistas. Entrada grátis diariamente.

Localização: Trafalgar Square, London.

11 – Museu Picasso (Barcelona): Museu dedicado às obras do grande pintor Pablo Picasso. Entrada grátis aos domingos das 15:00 às 19:00 h e no primeiro domingo de cada mês, das 9:00 às 19:00 h.

Localização: Carrer Montcada, 15-23, Barcelona.

12 – Museu do Prado (Madri): Museu que reúne obras de grandes artistas da Espanha como Goya e El Greco. Entrada grátis de segunda à sábado das 18:00 às 20:00 h e aos domingos das 17:00 às 19:00 h.

Localização: Paseo del Prado, s/n, 28014 Madrid.

13 – Galleria Degli Uffizi (Florença): Reúne obras de Da Vinci, Michelangelo, entre outros artistas importantes. Entrada grátis no primeiro domingo de cada mês.

Localização: Piazzale degli Uffizi, 6, Firenze.

Palácio de Versalhes
Palácio de Versalhes

14 – Palácio de Versalhes: Palácio com um enorme e suntuoso jardim. Entrada grátis no primeiro domingo de cada mês.

Localização: Place d’Armes, Versailles.

15-Museu D’Orsay (Paris): Museu instalado na antiga estação ferroviária de Paris, possui grande acervo. Entrada grátis no primeiro domingo de cada mês.

Localização: 1 Rue de la Légion d’Honneur, Paris.

Munique

Munique-Fonte:Commons/Patrick Six

Munique possui cerca de 1,3 milhões de habitantes e é uma das grandes cidades da Alemanha. É uma das cidades mais belas do país, rica em cultura e história.

No coração da Baviera, é muito lembrada pela famosa Oktoberfest, festa que ocorre tradicionalmente todos os anos e atrai muitos turistas.

A cidade conta com muita infra-estrutura, além de muitos parques, lojas, museus e pontos turísticos. O transporte publico da cidade é muito eficiente e você pode contar com os bondes (Strassebahn) e metrôs de curta e longa distancia (U-Bahn e S-Bahn).

Nas mediações de Munique, é possível ainda explorar e conhecer a cidade de Dachau e o famoso castelo de Neuschwanstein.

Não deixe de caminhar pela cidade e apreciar seus parques naturais e a beleza arquitetônica da cidade.

A região de Marienplatz é composta por muitas lojas, restaurantes e atrativos turísticos. É uma região muito movimentada durante o dia e noite.

Mas, como falar de Munique e não citar uma das maiores festas da cidade, a Oktoberfest? A tradicional festa recebe mais de 7 milhões de pessoas por ano e ocorre entre meados de setembro e outubro. Durante a festa, litros e mais litros de cerveja são consumidos, assim como muita comida tipica.

Enfim, Munique é encantadora e cheia de atracões. Não deixe de conhecer e curtir mais essa bela cidade da Alemanha.

Para opções de hospedagem acesse o Booking.com.

Pontos turísticos de Freiburg

Para quem quer colocar mais uma cidade em um roteiro pela Alemanha, vale a pena visitar a cidade de Freiburg. Abaixo, segue a lista dos atrativos e pontos turísticos mais visitados por lá:

1 – Freiburg Münster (catedral)

A catedral de Freiburg começou a ser construída em 1200. A catedral em estilo gótico sobreviveu as guerras e se manteve linda e imponente no centro da cidade. Sua torre de 116 metros é avistada de longe. A torre possui 16 sinos, entre eles o sino “Hosanna”que pesa 3.290 kg.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente das 7:00 h às 19:00 h com exceção dos domingos que fecha às 20:30h.

Horário de subida à torre: Terça-feira a  sábado das  10:00 h as 16:45 h / Domingos e feriados das 13:00 h às 17:00 h.

Valor da entrada: Entrada gratuita com exceção da subida à torre. Para subir à torre:  adultos 2 € / estudantes 1,50 € / crianças até 12 anos 0,50 €.

Localização: Herrenstraße 36, Münsterplatz.

Site oficial : http://www.freiburgermuenster.info

 

2 – Augustinermuseum (Museu Agostiniano)

Antigamente o prédio onde o museu se situa era igreja do mosteiro da cidade de Freiburg. Em 1923, tornou-se museu.

O museu é dedicado a arte barroca, com esculturas e  quadros medievais. As pinturas do século 19, incluindo obras de Anselm Feuerbach, Franz Xaver Winterhalter e Hans Thoma, são exibidas no piso superior.

O museu é um dos pontos turísticos imperdíveis desta linda cidade.

Horário de funcionamento: De terça e quarta-feira das 10:00 h às 17:00 h/ de quinta a sábado das 10:00 h às 20:00 h / domingos das 10:00 h às 18:00 h.

Valor da entrada: 6 euros.

Localização: Augustinerplatz 79098, Freiburg im Breisgau.

Site oficial: http://www.freiburg.de/pb/,Len/237748.html

 

3 – Museu Arqueológico Colombischlossle

O Museu arqueológico foi construído entre 1859 a 1861 e conta com exposições de obras antigas e medievais da região. O museu conta com tours específicos de determinadas épocas, alem de ser interativo. O museu contém estatuetas femininas antigas e a mais antiga taça de vidro do norte dos Alpes.

Horário de funcionamento: De terça a domingo das 10:00 h às 17:00 h.

Valor da entrada: 3 euros.

Localização:  Rotteckring 5, 79098 Freiburg.

Site oficial: http://www.freiburg.de/pb/,Lde/237910.html

4 – Museu Natur und Mensch (Museu natural e do homem)

Museu educativo para toda família com coleções de história natural e enologia com coleções que falam sobre a idade da pedra, a origem da vida, entre outros assuntos.

Horário de funcionamento: De terça a domingo das 10:00 h às 17:00 h.

Valor da entrada: 3 euros.

Localização: Gerberau 32 ,79098 Freiburg.

Site oficial: http://www.freiburg.de/pb/,Lde/238070.html

 

5 – Munsterplatz

Uma das principais praças da cidade onde ocorre a famosa feira da cidade com a venda de flores, legumes e frutas. Nessa praça é possível apreciar a Catedral, além de outros prédios históricos como o Historisches Kaufhaus, datado de 1530.

 

6 – Rathausplatz

Praça onde está localizada a antiga e atual prefeitura da cidade de Freiburg. Em torno dessa praça e por todo o centro, você verá pequenas valetas de água, os famosos Bachle. Antigamente usada para combater incêndio e dar água aos animais, hoje diverte as crianças.

 

7 – Keidel Mineral-Thermalbad (Terma)

Pra quem quer relaxar, nada melhor do que descansar e aproveitar um terma. O local conta com mais de 6.000 metros quadrados e oferece piscinas, saunas, banho turco, massagens, etc.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente das 9:00 h às 22:00 h / exceto as saunas e spa que funcionam das 10:00 h às 14:00 h.

Valor da entrada: Os valores variam de acordo com o serviço escolhido. Pesquisar diretamente no site oficial.

Localização: Springs 4, Freiburg im Breisgau.

Site oficial: http://www.keidelbad.de/start/

 

8 – Schwarzwald (Floresta Negra)

Com mais de 200 quilômetros de extensão, a floresta  negra é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade de Freiburg. É possível chegar de carro até o monte Schauisland ou pelo teleférico. A subida pelo teleférico dura em torno de 20 minutos. No fim da subida, você estará a 1.200 metros de altitude e terá uma vista incrível da cidade.

Lá você poderá optar por fazer trilhas. Se tiver neve, pode esquiar ou descer de trenó. Além disso, é possível fazer um passeio pelo museus da mina Schauisland-Bergwerk. E por fim, apreciar o verdadeiro bolo floresta negra no restaurante de lá.

Reserve um dia do seu roteiro para esse passeio.

Horário de funcionamento do teleférico: Diariamente das 9:00 h às 17:00 h / de julho a setembro das 9:00 h às 18:00 h.

Valor da entrada: Para subida e descida pelo teleférico – adulto 12,50 euros / crianças 8 euros. Outros valores consulte site oficial abaixo.

Localização: Talstation Schauinslandbahn,  Straße 11, 79289 Horben.

Site oficial: http://www.schwarzwald-tourismus.info/  e  http://www.schauinslandbahn.de/

Pontos turísticos de Petrópolis

A cidade imperial possui, além de seu charme e beleza, vários atrativos e pontos turísticos. Petrópolis conta muito de sua história em vários de seus pontos turísticos. Abaixo vou listar alguns dos atrativos mais visitados.

1 – Museu Imperial

Antigamente, o imóvel do museu imperial era a casa de verão da família imperial. O museu em si foi inaugurado em 1943 e possui um acervo fantástico. No imenso jardim projetado pelo paisagista Jean Baptiste Binot, você encontrará varias espécies da flora mundial. Esse é um museu imperdível e que vale a visita.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo das 11:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Inteira: R$10,00 / Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5,00 / Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua da Imperatriz, 220 – Centro, Petrópolis.

Site: http://www.museuimperial.gov.br/

2 – Palácio de Cristal

O palácio encomendado por Conde d’Eu e Princesa Isabel foi projetado nas oficinas da Sociedade Anônima Saint-Souver Lês Arras, na França. Inicialmente, o espaço foi construído para exposições de flores, frutos e pássaros. Ainda hoje é destinado a várias exposições e às diversas festas tradicionais da cidade como, por exemplo, a Bauernfest.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo das 9:00 às 17:00 h.

Valor da entrada: Entrada gratuita.

Localização: Rua Alfredo Pachá – Centro, Petrópolis.

3 – Palácio Quitandinha

Construído entre 1941 e 1944 para abrigar um cassino, o antigo hotel Quitandinha recebeu ilustres artistas, músicos, políticos, entre outras celebridades. O lago em frente ao hotel possui o formato do mapa do Brasil. O hotel ainda possui uma enorme cúpula que é comparada com a redoma da Catedral  de São Pedro, em Roma.

Após a proibição dos cassinos no Brasil em 1946, o palácio tentou sobreviver somente como hotel, o que não deu certo e fechou. Com o passar dos anos os apartamentos foram vendidos e atualmente, o imóvel é administrado pelo Serviço Social do Comércio (SESC), que promove diversos eventos no Palácio ao longo do ano.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a quinta, das 9:00 às 21:00 h /Sexta e sábado das 9:00 as 23:00 h/Domingo e feriado das 9:00 as 22:00 h.

Valor da entrada: Entrada gratuita / Visita guiada: R$10,00 / Visita guiada crianças de 7 a 10 anos, estudantes e idosos (maiores de 60 anos): R$5,00 (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Av. Joaquim Rolla, 2 – Quitandinha, Petrópolis.

Site: http://www.sescrio.org.br/unidades/sesc-quitandinha/informacoes

4 – Museu de Cera

O museu de cera de Petrópolis retrata muitos personagens nacionais e internacionais importantes. Com muito realismo, os bonecos de cera de tamanho natural encantam os seus visitantes.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo, das 10:00 às 17:00 h / Sábados das 10:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Adultos: R$28,00 / Estudantes e idosos: R$14,00 (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua Barão do Amazonas, 35 – Centro, Petrópolis.

Site: http://www.museudeceradepetropolis.com/

5 – Casa de Santos Dumont

A casa de Santos Dumont, localizada no centro de Petrópolis, era a residência oficial do inventor mineiro nos verões. O chalé possui três pavimentos. No primeiro, funcionava sua oficina. Uma curiosidade da casa é de não haver uma cozinha: as refeições vinham do hotel Palace, atual Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Hoje, o museu conta com um acervo de objetos, livros e mobiliários, além de algumas invenções de Santos Dumont. Bem próximo a casa, ao lado da Praça da Liberdade, é possível avistar uma réplica do avião 14 Bis.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo de 9:00 às 17:30 h.

Valor da entrada: Adultos: R$8,00 / Meia-entrada: R$4,00 / Crianças até 7 anos e idosos (acima de 60 anos): entrada gratuita (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua do Encanto, 22 – Centro, Petrópolis.

6 – Cervejaria Bohemia

Fundada em 1853, a cerveja pilsen produzida no local foi a primeira do Brasil. Localizada próxima ao Palácio de Cristal, a cervejaria possui hoje uma visita auto-guiada muito atrativa que conta e demonstra como é feita a produção da cerveja Bohemia. Além disso, para alegria dos apreciadores, ao final da visita há a degustação de alguns dos tipos produzidos pela cervejaria. No área externa, ainda é possível sentar e apreciar com calma várias das cervejas no bar que fico ao lado do museu. Essa é, com certeza, uma boa pedida para quem aprecia cervejas.

Horário de funcionamento: aberto de terça à quinta-feira das 13:00 às 16:30 h / Sexta, das 10:00 às 16:30 h / Sábado e domingo, das 10:00 às 18:30 h.

Valor da entrada no museu: Adulto: R$27,00 / Meia-entrada: R$14,00 / Moradores de Petrópolis: R$13.50 de terça à sexta-feira (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua Alfredo Pachá – Centro, Petrópolis.

Site: http://www.bohemia.com.br/

7 – Casa de Petrópolis (Casa dos 7 erros)

A casa, que é datada do século XIX, teve boa parte do material importado da Inglaterra, Franca e Itália para sua construção. Foi construída por José Tavares Guerra. As pinturas do interior da casa são obras do pintor alemão Schaeffer e do pintor italiano Dall Ara. Até hoje, a casa tenta conservar toda sua arquitetura e decoração.

Horário de funcionamento: Aberto de sexta-feira a domingo, das 14:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Adulto: R$10,00 / Meia-entrada: R$5,00.

Localização: Avenida Ipiranga,716 – Centro.

8 – Catedral São Pedro de Alcântara

Construída em estilo neogótico, o destaque da catedral fica por conta das tumbas da família imperial. Lá estão os restos mortais de Dom Pedro II, dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D`Eu, seu primogênito D. Pedro de Alcântara e sua esposa D. Elisabeth. A catedral é um simbolo muito importante para a história da cidade e é muita visitada.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente, das 8:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Rua São Pedro de Alcântara, 60 – Centro, Petrópolis.

Petrópolis: cidade imperial

 

Localizada no interior do Estado do Rio de Janeiro, Petrópolis é uma cidade super charmosa e que encanta muitos turistas, que foi fundada pelo imperador Dom Pedro II.

Com um pouco mais de 305 mil habitantes, Petrópolis é uma das cidades mais agradáveis e seguras para se viver no Brasil. Seu clima ameno e as várias atrações históricas da cidade atrai muitos turistas durante o ano, principalmente na época de inverno, quando há festas e festivais.

A cidade possui muita história em sua construção, que é conservada até os dias de hoje. Um dos grandes atrativos da cidade é o Museu Imperial, antigamente usado como casa de verão da família real.

No centro histórico da cidade, é possível ver e visitar a Casa de Santos Dumont, Palácio de Cristal e Palácio Amarelo (Câmara de vereadores), além da enorme Catedral de São Pedro de Alcântara.

Além dos atrativos do centro histórico, é possível visitar o Museu de Cera, a Rua Teresa, famosa por suas malhas, a cervejaria Bohemia, o Palácio Quitandinha, entre outros.

Durante todo o ano, a cidade oferece festas temáticas. Dentre elas, está a mais famosa: a Bauernfest , festa típica em homenagem aos imigrantes alemães. A festa é muito tradicional e atrai muitos turistas nacionais e internacionais. Com vários dias de festa, os visitantes podem desfrutar de muita música, exposições, comida e muita cerveja.

A cidade dispõe de grande e vasto serviço hoteleiro, desde hotéis de luxo até pousadas mais econômicas. Neste link dicas de onde se hospedar.

Ficou com vontade de visitar essa bela cidade? Então, não perca tempo e planeje a sua próxima viagem para Petrópolis.

Pontos turísticos de Veneza

Muitos turistas que vão para a Itália incluem a cidade de Veneza em seus roteiros e não é pra menos, pois a cidade é linda e bem pitoresca. Com seus inúmeros canais e atrativos turísticos, a cidade atrai e encanta muitas pessoas por anos. Abaixo, listamos alguns dos principais e imperdíveis pontos turísticos da cidade:

1 – Ponte di Rialto

A Ponte di Rialto é um dos principais pontos turísticos de Veneza. Originalmente foi construída em madeira, no século XII. Porém, com o passar dos anos e várias quedas da ponte de madeira, ela teve que ser reconstruída em pedra no ano de 1591.

A ponte possui inúmeras lojas, muitas delas vendendo jóias de Murano ou artigos com as famosas pedras da Ilha de Murano. Você também encontrará nas lojas da ponte as famosas máscaras de Veneza.

A Ponte di Rialto é a mais antiga que cruza o Grande Canal e tem uma bela vista dele.

 

2 – Piazza San Marco

A praça San Marco, em Veneza, é a praça mais importante da cidade e muito conhecida no mundo inteiro. Abriga importantes monumentos históricos como: Basílica de San Marco, Palazzo Ducale, Campanile (torre que abriga os sinos da basílica) e a Torre do Relógio.

A praça fica na parte mais baixa da cidade e quando a água sobe do Mar Adriático, a praça é a primeira a ser atingida. É muito comum em algumas épocas a praça estar inundada. Com isso, são colocadas pontes elevadas de madeira para que os turistas e moradores possam se locomover por ela com mais facilidade.

 

3 – Basílica de San Marco

Localizada na praça San Marco, a basílica foi construída em 1063. A basílica muito visitada por turistas é recoberta de mármore e muitos mosaicos contendo ouro e bronze.

Lá dentro, você poderá apreciar também a famosa Pala D’Ouro , uma peça com cerca de dois metros de comprimento toda feita em ouro e pedras preciosas. Para apreciar essa peça você terá que pagar 2 euros. Essa peça é considerada uma das mais refinadas obras de arte bizantina.

Também vale visitar a sala dos Tesouros de San Marco com 283 peças bizantinas e objetos como copos, vestimentas, jóias, entre outros. Para visitar essa sala você deverá pagar o valor de 3 euros.

Valor da entrada: A entrada na basílica é gratuita.

Localização: Praça San Marco

Horário de funcionamento: Abre diariamente. De março/nov. de 9:45 às 17:00 h (segunda a sábado) e de 14:00 às 17:00 h (domingo e feriados); de nov/março de 9:45 às 17:00 h (segunda a sábado) e de 14:00 às 16:00 h (domingo e feriados).

Dica: É proibida a entrada com mochilas e bolsas grandes, decotes, saias curtas, ombros à mostra e bermudas.

Site: http://www.basilicasanmarco.it/

 

4 – Museu di San Marco

O Museu di San Marco fica localizado no segundo andar da Basílica di San Marco. No museu, você poderá admirar de perto os mosaicos da basílica, os objetos antigos da igreja, as esculturas e as partes que foram sendo substituídas nas restaurações da basílica, além de fotos de antes e depois das restaurações.

Outras peças importantes do Museu di San Marco e de Veneza são os cavalos di San Marco, quatros cavalos em tamanhos reais feitos de bronze.

Das sacadas do museu, você poderá ter uma vista belíssima da praça San Marco.

Valor da entrada: 5 euros.

Localização: Praça São Marcos – 328 – Veneza.

Horário de funcionamento:Aberto diariamente de 9:45 às 16:45 h.

Site: http://www.museosanmarco.it/

 

5 – Campanile 

Também localizada na praça San Marco, Campanile é uma torre onde você poderá ter uma vista belíssima da cidade de Veneza. Foi construída em 1173 para ser um farol e foi reconstruída em 1902 após ter desmoronado.

Para quem gosta de apreciar a cidade de cima e tirar belíssimas fotos, vale a visita.

Valor da entrada: 8 euros.

Localização: Praça San Marco.

Horário de funcionamento: Outubro de 9:00 às 19:00 / de novembro a abril, de 9:30 às 15:45 h/ junho de 9:00 às 19:00 h/de julho a setembro de 9:00 às 21:00 h.

Site: http://www.basilicasanmarco.it

 

6 – Palazzo Ducale

Localizado na Praça San Marco, o palácio Ducale era residência de Doge (dirigente ou governante de Veneza). O palácio foi construído entre 1309 e 1424.

Na fachada do palácio, você poderá ver duas colunas de mármore vermelho. Eram dessas colunas que o nome de condenados pela república eram anunciados.

O palácio possui várias salas importantes que fazem parte da história de Veneza.

Valor da entrada: 18 euros integrado a outros museus (incluindo Museu Correr, Museu Arqueológico Nacional e Biblioteca Nacional Marciana).

Localização: Praça San Marco.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente de 8:30 às 19:00 h.

Site: http://palazzoducale.visitmuve.it/

 

7 – Grande Canal e passeio de Gôndola

O Grande Canal é a maior via de navegação dentro da cidade de  Veneza. Beirando o canal há prédios, casas e palácios.

Você poderá dar um passeio pelo canal com as famosas gôndolas, transporte usado antigamente na locomoção dos moradores da cidade. Porém, hoje, somente servem de passeio aos turistas. Além das gôndolas, o grande canal possui barcos motorizados o atual vaporetto.

Valor do passeio de gôndola: Por volta de 80 euros para duas pessoas (com duração de aproximadamente 30 a 40 minutos).

Valor do vaporetto: 6.50 euros por pessoa.

Site: http://www.gondolavenezia.it/

 

8 – Ilha de Murano

A Ilha de Murano é muito visitada por turistas. É mundialmente conhecida pelos artigos de vidro fabricados por lá. A ilha fica a 30 minutos de Veneza, aproximadamente 1 km, indo de vaporetto. Você poderá comprar desde jóias feitas de vidro até artigos de casa e decoração.

Caso tenha um dia a mais em sua viagem, coloque a Ilha de Murano em seu roteiro.

 

9 – Galleria dell’ Academia

Museu que abriga obras importantes de Veneza, do século 14 ao 18. O museu fica localizado ao lado da igreja de Santa Maria della Caritá Farto.

Entre os destaques do museu estão Tintoretto, Ticiano, Tiepolo, Veronese, Canaletto, entre outros.

Valor da entrada: 6.50 euros.

Localização: Campo Carità, Dorsoduro, 1050.

Horário de funcionamento: Segunda-feira de 8:15 às 14:00 h / Terça à domingo de 8:15 às 19:15 h.

Site: http://www.gallerieaccademia.org/

 

10 – Torre do Relógio

Situada também na praça San Marco, foi construída  no final do seculo 15. A torre simboliza a sede dos poderes políticos e religiosos. No alto do relógio está a figura do leão alado de San Marco, símbolo da cidade de Veneza. O relógio além de mostrar as horas, mostra o dia, as fases da lua e o zodíaco.

Localização: Praça San Marco.

Gostou das dicas dos atrativos e pontos turísticos de Veneza? Então, leia e anote nossas dicas e boa viagem!!!