Parma

Este slideshow necessita de JavaScript.

Porque não tirar um ou dois dias do roteiro da sua viagem a Itália e também conhecer Parma?

Muito conhecida por fabricar o famoso presunto de parma e queijos maravilhosos, a cidade vale a visita e uma esticadinha a mais no seu roteiro.

O ponto de partida para conhecer mais essa bela cidade da Itália é a praça Garibaldi. Por ali, é possível ver o Palácio da prefeitura e o Palazzo del Governatore. Na Piazza Duomo, fica localizada a catedral da cidade, finalizada em 1106, e o batistério, todo de mármore.

Outra praça importante da cidade é a Piazza della Pillota, região que sofreu muito por bombardeios da segunda guerra mundial. Ali ficava o palácio da família Farnese, importante família que governou Parma de 1545 a 1731. Hoje o local abriga o Museu Arqueológico, a Galeria Nacional (com obras de Benedetto Antelami, Agnolo Gaddi, Beato Angelico, Cima da Conegliano, entre outros), o Teatro Farnese (teatro todo de madeira de 1617) e a biblioteca Pallatina, todos abertos à visitação.

Ainda na cidade, é possível passear pela via Farani e sentar em um dos restaurantes para degustar um bom queijo, o presunto de parma e um bom vinho italiano.

Para os amantes de queijo, é possível fazer uma visita a fabrica Parmigiano Reggiano. Para saber mais sobre como visitar a fabrica artesanal, entre no site oficial.

A cidade de Parma tem um arquitetura incrível e uma bela gastronomia. Então, visite-a e aprecie cada momento por lá.

Gostou das dicas? Não deixe de ler os nossos outros posts sobre a Itália.

Pontos turísticos de Florença

Que Florença é linda e cheia de cultura já sabemos. Cada passo dado na cidade é andar por um museu a céu aberto. Abaixo vou listar dicas e informações dos principais pontos turísticos da cidade, lembrando que todos os valores citados estão sujeitos a alteração:

 

1 – Catedral Santa Maria del Fiore (Duomo)

Com sua imponente fachada feita em mármore, a catedral é o símbolo de Florença. Em seu interior, você irá apreciar os vitrais feitos por artistas famosos italianos e o afresco  Divina Comédia de Dante, de Domenico di Michelino. Você ainda poderá subir ate a cúpula do Duomo e ter uma vista maravilhosa da cidade de Florença.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira das 8:30 às 16:20 h, sábado de 8:30 às 17:00 h.  A catedral fica fechada em janeiro, na semana santa, 24/jun, 15/ago, 8/set, 1º/nov, primeira semana do advento e 25-26/dez.

Valor da entrada: Gratuita / Para subida a cúpula – 8 euros.

Localização: Piazza Duomo, 17.

Site: http://www.duomofirenze.it

 

2 – Piazza della Signoria

A Praça della Signoria é onde se concentra as famosas estátuas, inclusive a réplica de Davi de Michelangelo. O Palácio Vecchio e a Galeria della Signoria também estão nessa praça. Aproveite para sentar em um dos cafés e contemplar a bela praça.

Localização: Piazza della Signoria.

 

3 – Galleria degli Uffizi

Essa galeria é uma das mais importantes de Florença e até da Europa. Obras importantes estão por lá: “O Nascimento de Vênus”, de Botticelli e “A Sagrada Família”, de Michelângelo. Grandes filas se formam para entrar na galeria, porém a espera é válida para conhecer obras de arte tão famosas.

Horário de funcionamento: De terça-feira a domingo, das 8:15 às 18:50 h. A Galleria se encontra fechada em 1º/jan, 1º/mai e 25/dez.

Valor da entrada: Adultos – 6,50 euros ou 11 euros (mostras temporárias).

Localização:  Piazzale degli Uffizi.

Site: http://www.uffizi.com

 

4 – Galleria dell Accademia

A Galleria dell Accademia é uma das mais visitadas em Florença. Seu entorno abriga obras importantíssimas como esculturas de Michelangelo, tais como “Os prisioneiros”, “São Mateus” e, especialmente, a escultura de Davi. A galeria abriga um grande acervo de arte sacra, além de muitas esculturas.

Horário de funcionamento: De terça-feira a domingo das 8:15 às 18:50 h. A Galleria está fechada toda segunda-feira, em 1º/jan, 1º/maio e 25/dez.

Valor da entrada: Adultos – 16,50 euros / Menores de 18 anos tem entrada gratuita.

Localização: Via Ricasoli 58-60 – Piazza San Marco.

Site: http://www.accademia.org

 

5 – Ponte Vecchio

A famosa ponte de Florença corta o Rio Arno e possui inúmeras joalherias. Ela é a única ponte da cidade que foi preservada na segunda guerra mundial. A ponte é um dos cartões postais da cidade. Vale a visita.

Localização: Ponte Vecchio, Firenze.

 

6 – Piazzale Michelangelo

A Piazzale Michelangelo é um daqueles cantinhos que muitas vezes passam despercebidos. Porém, é um lugar lindo, de onde se tem uma vista deslumbrante da cidade de Florença. Chegar lá não é muito fácil, porém vale a subida para tirar belas fotos.

Localização: Piazzale Michelangelo, 50125 Firenze.

Dica de como chegar a praça: De carro ou ônibus pelas linhas 12 ou 13 que você poderá pegar na estação de trem Santa Maria Novella.

A pé, em torno de 30 minutos pelos acessos da Piazza Giuseppe Poggi ou pela Via del Monte alle Croci.

 

7 – Pallazzo Vecchio

O Pallazzo Vecchio, localizado na Piazza della Signoria, antigamente foi residência para família Medici. Hoje, funciona como museu. Lá dentro possui inúmeros salões, muitas obras de arte, esculturas Michelangelo e Donatello e pinturas de Da Vinci. Vale a pena tirar algumas horas e conhecer esse belo palácio.

Horário de funcionamento: De outubro a março – de segunda-feira a domingo das 9:00 às 19:00 h (exceto quinta-feira que fecha às 14:00 h) / De abril a setembro – de segunda-feira a domingo das 9:00 às 23:00 h (exceto quinta-feira que fecha às 14:00 h).

Valor da entrada: Adultos – 10 euros / Estudantes – 8 euros / Menor de 18 anos – gratuito.

Localização: Piazza della Signoria, Firenze.

Site: http://museicivicifiorentini.comune.fi.it

 

8 – Pallazo Pitti e Jardim de Boboli

O Pallazo Pitti é um importante palácio que hospedou grandes duques da Toscana. Ele abriga um enorme acervo contendo obras de arte, esculturas e pinturas. O palácio ainda conta com um imenso e suntuoso jardim, o “Jardim de Boboli”.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a domingo de 8:15 às 16:30 h em novembro, dezembro, janeiro e fevereiro / de 8:15 às 17:30 h em março / de 8:15 às 18:30 h em abril, maio, setembro e outubro / de 8:15 às 18:50 h em junho, julho e agosto.

Valor da entrada: Adultos – 10 euros / Estudantes – 5 euros/ Menores de 6 anos – gratuito.

Localização: Piazza de Pitti, 1, Firenze.

Site: http://www.polomuseale.firenze.it/en/musei/pitti.php?m=palazzopitti

 

9 – Basilica Santa Croce

A Basílica de Santa Croce é uma das mais importante basílicas da Itália. Lá estão sepultados grandes nomes como: Galileo Galilei e Michelangelo. A basílica possui 16 capelas com muitos túmulos e bastante detalhes.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a sábado de 9:30 às 17:30 h / Domingos das 14:00 às 17:30 h.

Valor da entrada: Adultos – 6 euros/ Crianças de 11 a 17 anos – 4 euros/ Menores de 11 anos – gratuito.

Localização: Piazza di Santa Croce, 16, 50122 Firenze.

Site: http://www.santacroceopera.it

 

10 – Museu Galileo

Museu dedicado a ciência com muitos objetos médicos, astronômicos e mecânicos. Além disso, é possível ver muitos objetos criados por Galileo. Para os interessados em ciência, vale tirar algumas horas e conhecer mais este museu.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a domingo das 9:30 às 18:00 h (exceto terça- feira, que fecha as 13  h).

Valor da entrada: Adultos – 9 euros / De 6 a 18 anos – 5,50 euros / Crianças menores de 6 anos – gratuito.

Localização: Piazza dei Giudici, 1, 50122 Firenze.

Site: http://www.museogalileo.it

Florença: capital da Toscana

Florença fica localizada na região da toscana na Itália. É reconhecida como o berço do renascimento. A cidade é rica em historia e a arquitetura é de deixar qualquer um de boca aberta com várias praças, igrejas e monumentos históricos.

Se estiver com tempo, reserve de 4 a 5 dias para conhecer todos os cantinhos de Florença com calma e desfrute cada passo nessa bela cidade. Caso precise reservar um hotel na cidade, acesse nossa caixa de pesquisa do Booking.com.

Não deixe de  apreciar o Duomo de Florença (Basilica di Santa Maria del Fiore), linda e imponente. E caso tenha disposição suba até a cúpula de Brunelleschi. A subida ate a cúpula possui 463 degraus.

Da catedral, aproveite e caminhe até a Piazza della Signoria. Esta praça é um verdadeiro museu a céu aberto. Nela, é possível apreciar uma réplica de Davi de Michelangelo, o Palazzo Vechio (prefeitura de Florença) e a Fontana de Nettuno. Outro ponto alto da visita a Florença é a famosa Ponte Vecchio, repleta de joalherias e ourives. Caminhe  pela ponte e tire belas fotos do Rio Arno.

Não deixe de ir até a Piazzale Michelangelo e ver Florença do alto, a vista é incrível.

Entre um passeio e outro não deixe de provas vários sabores dos famosos gelatos italianos e provar a famosa “Bistecca alla Fiorentina”. Caso queira provar e fazer compras de iguarias italianas, sugiro ir até o Mercado Central.

Outro passeio obrigatório em sua visita a Firenze, é visitar alguns dos museus da cidade: Galleria  Dell Accademia (onde fica a verdadeira estátua de Davi de Michelangelo), Museu Degli Uffizi (onde fica a famosa Vênus), Museu Dell Opera Dell Duomo, Museu Galileo, entre outros.

Outro atrativo de Florença é a Igreja Santa Croce, linda e importante. Lá, estão os túmulos de Michelangelo, Maquiavel e outros artistas.

Florença tem muitos atrativos. É um destino que você não pode deixar de incluir na sua visita à Itália. Leia também  nossas dicas de pontos turísticos em Florença e boa viagem!

Pontos turísticos de Veneza

Muitos turistas que vão para a Itália incluem a cidade de Veneza em seus roteiros e não é pra menos, pois a cidade é linda e bem pitoresca. Com seus inúmeros canais e atrativos turísticos, a cidade atrai e encanta muitas pessoas por anos. Abaixo, listamos alguns dos principais e imperdíveis pontos turísticos da cidade:

1 – Ponte di Rialto

A Ponte di Rialto é um dos principais pontos turísticos de Veneza. Originalmente foi construída em madeira, no século XII. Porém, com o passar dos anos e várias quedas da ponte de madeira, ela teve que ser reconstruída em pedra no ano de 1591.

A ponte possui inúmeras lojas, muitas delas vendendo jóias de Murano ou artigos com as famosas pedras da Ilha de Murano. Você também encontrará nas lojas da ponte as famosas máscaras de Veneza.

A Ponte di Rialto é a mais antiga que cruza o Grande Canal e tem uma bela vista dele.

 

2 – Piazza San Marco

A praça San Marco, em Veneza, é a praça mais importante da cidade e muito conhecida no mundo inteiro. Abriga importantes monumentos históricos como: Basílica de San Marco, Palazzo Ducale, Campanile (torre que abriga os sinos da basílica) e a Torre do Relógio.

A praça fica na parte mais baixa da cidade e quando a água sobe do Mar Adriático, a praça é a primeira a ser atingida. É muito comum em algumas épocas a praça estar inundada. Com isso, são colocadas pontes elevadas de madeira para que os turistas e moradores possam se locomover por ela com mais facilidade.

 

3 – Basílica de San Marco

Localizada na praça San Marco, a basílica foi construída em 1063. A basílica muito visitada por turistas é recoberta de mármore e muitos mosaicos contendo ouro e bronze.

Lá dentro, você poderá apreciar também a famosa Pala D’Ouro , uma peça com cerca de dois metros de comprimento toda feita em ouro e pedras preciosas. Para apreciar essa peça você terá que pagar 2 euros. Essa peça é considerada uma das mais refinadas obras de arte bizantina.

Também vale visitar a sala dos Tesouros de San Marco com 283 peças bizantinas e objetos como copos, vestimentas, jóias, entre outros. Para visitar essa sala você deverá pagar o valor de 3 euros.

Valor da entrada: A entrada na basílica é gratuita.

Localização: Praça San Marco

Horário de funcionamento: Abre diariamente. De março/nov. de 9:45 às 17:00 h (segunda a sábado) e de 14:00 às 17:00 h (domingo e feriados); de nov/março de 9:45 às 17:00 h (segunda a sábado) e de 14:00 às 16:00 h (domingo e feriados).

Dica: É proibida a entrada com mochilas e bolsas grandes, decotes, saias curtas, ombros à mostra e bermudas.

Site: http://www.basilicasanmarco.it/

 

4 – Museu di San Marco

O Museu di San Marco fica localizado no segundo andar da Basílica di San Marco. No museu, você poderá admirar de perto os mosaicos da basílica, os objetos antigos da igreja, as esculturas e as partes que foram sendo substituídas nas restaurações da basílica, além de fotos de antes e depois das restaurações.

Outras peças importantes do Museu di San Marco e de Veneza são os cavalos di San Marco, quatros cavalos em tamanhos reais feitos de bronze.

Das sacadas do museu, você poderá ter uma vista belíssima da praça San Marco.

Valor da entrada: 5 euros.

Localização: Praça São Marcos – 328 – Veneza.

Horário de funcionamento:Aberto diariamente de 9:45 às 16:45 h.

Site: http://www.museosanmarco.it/

 

5 – Campanile 

Também localizada na praça San Marco, Campanile é uma torre onde você poderá ter uma vista belíssima da cidade de Veneza. Foi construída em 1173 para ser um farol e foi reconstruída em 1902 após ter desmoronado.

Para quem gosta de apreciar a cidade de cima e tirar belíssimas fotos, vale a visita.

Valor da entrada: 8 euros.

Localização: Praça San Marco.

Horário de funcionamento: Outubro de 9:00 às 19:00 / de novembro a abril, de 9:30 às 15:45 h/ junho de 9:00 às 19:00 h/de julho a setembro de 9:00 às 21:00 h.

Site: http://www.basilicasanmarco.it

 

6 – Palazzo Ducale

Localizado na Praça San Marco, o palácio Ducale era residência de Doge (dirigente ou governante de Veneza). O palácio foi construído entre 1309 e 1424.

Na fachada do palácio, você poderá ver duas colunas de mármore vermelho. Eram dessas colunas que o nome de condenados pela república eram anunciados.

O palácio possui várias salas importantes que fazem parte da história de Veneza.

Valor da entrada: 18 euros integrado a outros museus (incluindo Museu Correr, Museu Arqueológico Nacional e Biblioteca Nacional Marciana).

Localização: Praça San Marco.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente de 8:30 às 19:00 h.

Site: http://palazzoducale.visitmuve.it/

 

7 – Grande Canal e passeio de Gôndola

O Grande Canal é a maior via de navegação dentro da cidade de  Veneza. Beirando o canal há prédios, casas e palácios.

Você poderá dar um passeio pelo canal com as famosas gôndolas, transporte usado antigamente na locomoção dos moradores da cidade. Porém, hoje, somente servem de passeio aos turistas. Além das gôndolas, o grande canal possui barcos motorizados o atual vaporetto.

Valor do passeio de gôndola: Por volta de 80 euros para duas pessoas (com duração de aproximadamente 30 a 40 minutos).

Valor do vaporetto: 6.50 euros por pessoa.

Site: http://www.gondolavenezia.it/

 

8 – Ilha de Murano

A Ilha de Murano é muito visitada por turistas. É mundialmente conhecida pelos artigos de vidro fabricados por lá. A ilha fica a 30 minutos de Veneza, aproximadamente 1 km, indo de vaporetto. Você poderá comprar desde jóias feitas de vidro até artigos de casa e decoração.

Caso tenha um dia a mais em sua viagem, coloque a Ilha de Murano em seu roteiro.

 

9 – Galleria dell’ Academia

Museu que abriga obras importantes de Veneza, do século 14 ao 18. O museu fica localizado ao lado da igreja de Santa Maria della Caritá Farto.

Entre os destaques do museu estão Tintoretto, Ticiano, Tiepolo, Veronese, Canaletto, entre outros.

Valor da entrada: 6.50 euros.

Localização: Campo Carità, Dorsoduro, 1050.

Horário de funcionamento: Segunda-feira de 8:15 às 14:00 h / Terça à domingo de 8:15 às 19:15 h.

Site: http://www.gallerieaccademia.org/

 

10 – Torre do Relógio

Situada também na praça San Marco, foi construída  no final do seculo 15. A torre simboliza a sede dos poderes políticos e religiosos. No alto do relógio está a figura do leão alado de San Marco, símbolo da cidade de Veneza. O relógio além de mostrar as horas, mostra o dia, as fases da lua e o zodíaco.

Localização: Praça San Marco.

Gostou das dicas dos atrativos e pontos turísticos de Veneza? Então, leia e anote nossas dicas e boa viagem!!!

Veneza

 

 

Veneza é uma das cidades da Itália com um charme particular. Construída sobre um arquipélago de 118 ilhas e formada por 150 canais, a cidade é dividida entre Mestre onde fica a maior parte terrestre da cidade e o centro de Veneza, onde se concentram os canais e os pontos turísticos.

A cidade é caracterizada pela UNESCO como patrimônio da humanidade e contém atrativos como museus, a Ponte Rialto, a Basílica de São Marcos, entre outros.

Um dos transportes muito usados antigamente para locomoção em Veneza eram as famosas gôndolas, hoje utilizadas para passeios de turistas e eventos. Porém, o transporte por água não deixou de existir. Muitos venezianos utilizam o vaporetti (barcos motorizados), além dos barcos táxis, que vão ate o aeroporto da cidade.

A cidade é rica em cultura com muitos museus, praças e monumentos como as igrejas e basílicas abertas a visitação.

Entre a primavera e o outono você poderá se deparar com a elevação de água pela cidade e encontrar passarelas elevadas para que os turistas e moradores possam circular. Isso é muito comum nessa época do ano, e se você estiver passeando na cidade capas de chuva e botas emborrachas serão bem vindas.

Outra dúvida que muitos turistas tem é de quantos dias tirar para conhecer Veneza? Digo que isso é muito relativo, pois caso tire para conhecer somente a cidade de Veneza, 3 dias serão o suficiente. Porém, caso queira visitar a Ilha de Murano, por exemplo, você poderá acrescentar mais um dia em seu roteiro.

Em Mestre, há opções mais baratas de hospedagem. Porém, procure se hospedar próximo à estacão de trem, pois isso facilitará sua ida até Veneza.

Para locomoção na cidade de Veneza, você fara quase tudo a pé. Outra opção de transporte muito usada é o vaporetto (são barcos que percorrem todo o canal grande e algumas ilhas). Segue link do site com preços e horários do transporte em Veneza:   http://www.actv.it/muoversiavenezia.

Passear em Veneza, além de conhecer os principais pontos turísticos, é andar pelos canais e apreciar cada cantinho desta cidade pitoresca. Anote nossas dicas e boa viagem!!!

Pisa e seus pontos turísticos

Pisa é uma cidade italiana que você poderá incluir no seu roteiro tirando um dia ou dois para conhecer. Às vezes, com o roteiro um pouco apertado, muitos preferem não passar por lá, mas digo que, se Florença é um dos seus destinos, vale a pena dar um pulo em Pisa e conhecer um pouco dessa bela cidade.

Seus principais pontos turísticos se concentram em uma única praça. Vamos listá-los abaixo:

1 – Torre inclinada ou pendente:

A famosa torre de Pisa, construída nos séculos XII-XIV, começou a inclinar despropositadamente. Durante sua construção, o terreno onde fica localizada cedeu e a torre inclinou. A cada ano que passa, ela se inclina mais e mais. A visita à torre é clássica e você pode admirá-la de fora ou até mesmo subir até o seu topo. Mas, se prepare para subir! A subida conta com 296 degraus estreitos. As visitas são feitas com hora marcada. Lá de cima, você tem uma vista incrível de Pisa, e, pra quem tem medo de subir por achar que ira cair, a torre é muito segura. Seus arquitetos e engenheiros já fizeram estudos de que ela não irá cair naturalmente.

Horário de funcionamento: De março a outubro, de 9:00 às 19:00 h. De novembro a fevereiro, de 9:00 às 17:00 h.

Valor da entrada: 18 euros por pessoa. É proibida a subida à torre para crianças menores de 8 anos.

Localização: Piazza dei Miracoli.

Site: http://www.opapisa.it/

 

2 – Batistério:

Também localizado na Piazza dei Miracoli, o Batistério foi construído em 1153. Com 107 m de circunferência  e 54 m de altura é o maior batistério da Itália. Com uma cúpula belíssima, o Batistério é um dos pontos turísticos mais visitados de Pisa.

Horário de funcionamento: De 8:00 às 20:00 h.

Valor da entrada: 5 euros por pessoa.

Localização: Piazza dei Miracoli.

 

3 – Catedral de Santa Maria Assunta:

Horário de funcionamento: De novembro a fevereiro, das 10:00 às 13:00 h e das 14:00 às 17:00 h. Março, das 10:00 às 18:00 h. De abril a setembro das 10:00 às 20:00 h e, em outubro, das 10:00 às 19:00 h.

Valor da entrada: Gratuito.

LocalizaçãoPiazza dei Miracoli.

 

4 – Camposanto:

O Camposanto é um cemitério que foi fundado em 1277 para enterrar os nobres locais em  sarcófagos romanos, que até então ficavam na catedral.

O Camposanto sofreu um bombardeio na segunda guerra mundial, onde várias obras foram danificadas. Depois do ocorrido muita coisa foi restaurada e levada para o Museo delle Sinopie.

Horário de funcionamento: Das 8:00 às 20:00 h. De 17 de junho a 31 de agosto, das 8:00 às 22:00 h.

Valor da entrada: 5 euros por pessoa.

Localização: Piazza dei Miracoli.

 

5 – Museo delle Sinopie:

O museu foi fundado em 1257 para abrigar os afrescos do Camposanto, após o bombardeio da segunda guerra mundial. O museu também fica localizado juntamente aos outros atrativos da Piazza dei Miracoli.

Horário de funcionamento: De novembro a fevereiro, das 10:00 às 12:45 h e das 14:00 às 17:00 h. De março a outubro, das 10:00 às 18:00 h. De abril a setembro das 10:00 às 20:00 h.

Valor da entrada: 5 euros por pessoa.

Localização: Piazza dei Miracoli.

Você poderá combinar os ingresso para mais de uma atracão entre: Batistério, Camposanto Monumental, Museo delle Sinopie:

1 monumento / museu: 5 euros por pessoa.

2  monumentos / museus: 7 euros por pessoa(em vez de 10 euros).

3  monumentos / museus: 8 euros por pessoa (em vez de 15 euros).

Principais pontos turísticos de Milão

Quer conhecer mais sobre Milão? Então leia e anote nossas dicas dos principais pontos turísticos dessa linda cidade:

1- Duomo di Milano:

O Duomo é a catedral de Milão, principal ponto turístico da cidade italiana. Com sua magnitude e grandeza, a catedral é um dos lugares mais visitados. A catedral em estilo gótico, chama muito atenção por seus inúmeros detalhes por dentro e por fora. A catedral começou a ser construída em 1387 e o término se deu em 1809. A construção da igreja foi tão complexa por seus detalhes, que demorou mais de 4 séculos para ser concluída. Além da visita ao interior da igreja, você poderá visitar o seu museu. A catedral é imperdível e vale visitar, conhecer e tirar belíssimas fotos.

Horário de funcionamento: Diariamente das 8:00 às 21:00 h.

Valor da entrada: 2 euros para entrada no museu e 4 euros para área arqueológica. Para visita ao terraço,8 euros adulto e 4 euros crianças (6 a 12 anos) usando as escadas. Para subir de elevador, 13 euros adultos e 7 euros crianças (6 a 12 anos).

LocalizaçãoVia Arcivescovado, Milão.

Site: http://www.duomomilano.it/

2 – Galeria Vittorio Emanuele II:

Ao lado do Duomo di Milano, a Galeria Vittorio Emanuele II, desenhada por Giuseppe Mengoni, é uma galeria que contém as mais famosas lojas de marcas italianas. A galeria liga a praça Duomo à praça Scala. Alem das lojas, você encontrará alguns restaurantes e cafés na galeria. Sua beleza é um ponto a parte, com uma cúpula bem no centro e toda feita de placas de vidro e ferro.

Um dos grandes atrativos da galeria é a imagem de um touro desenhado no chão. Milhares de turistas seguem o ritual de pisar com o calcanhar em seus testículos, pois dizem que o gesto traz sorte. Não deixe de dar um passeio e admirar essa bela galeria.

Localização: Piazza del Duomo, 20123 Milão.

 

3 – Igreja Santa Maria delle Grazie 

A igreja Santa Maria delle Grazie abriga uma das obras prima de Leonardo da Vinci, a pintura A Última Ceia, de 1492. A obra é patrimônio da Unesco e recebe diariamente muitos turistas. A dica é adquirir o ingresso antecipadamente.

Horário de funcionamento:Diariamente das 8:15 às 19:00 h.

Valor da entrada: 8 euros.

Localização: Piazza Santa Maria delle Grazie, 2 Milão.

 

4 – Castelo Sforzesco:

O Castelo foi construído no século 15 e é um dos símbolos importantes da cidade de Milão. O castelo sofreu bastantes modificações durante os anos. Hoje, abriga museus no seu interior com obras de Michelangelo, Tintoretto, dentre outros. Aos fundos do castelo, você poderá fazer uma passeio incrível nos jardins do Parco Sempione. Tire algumas horas do seu dia e vá fazer uma visita ao castelo, museu e parque.

Horário de funcionamento: O castelo abre diariamente das 7:00 às 19:30 h. Os museus abrem de terca a domingo das 9:00 às 19:30 h.

Valor da entrada: Para os museus, 5 euros.

Localização: Piazza Castello, 3, Milão.

Site: http://www.milanocastello.it/ita/home.html

 

5 – Navigli:

Um dos pontos mais visitados no período noturno é o Navigli, um bairro da cidade de Milão cortado por canais. O local abriga vários restaurantes, cantinas e casas noturnas. Os restaurantes tem preços modestos e é uma ótima pedida para quem não pretende gastar muito e quer conhecer mais um lugar desta cidade.

Um costume tipico do local é o famoso aperitivo, onde você paga por uma bebida e pode consumir o buffet com variados petiscos.

Localização: Via Angelo Fumagalli, 1, Navigli, Milão

 

6 – Museu Nacional de Ciencia e Tecnologia de Leonardo da Vinci:

O museu conta com inúmeras obras de Leonardo da Vinci, não só as pinturas, mas todas as outras invenções e obras desse grande artista. O museu é incrível e conta com um imenso acervo como: instrumentos musicais, trens, aviões, submarinos, entre outros objetos incríveis.

O museu vale a visita. Recomendo que tire várias horas do seu dia para ver tudo com calma.

Horário de funcionamento: Aberto de terça a domingo, nos dias de semana das 9:30 às 19:00 h. Sábados das 9:30 às 21:30 h e domingos das 9:30 às 19:00 h.

Valor da entrada: 10 euros adultos e 7.50 euros crianças de 3 a 13 anos e idosos acima de 65 anos.

Localização: Via San Vittore, 21.

Site: http://www.museoscienza.org/

 

7 – Teatro Alla Scala:

Construído em 1776 pelo arquiteto Giuseppe Piermarini, um dos mais famosos teatros da Itália tem capacidade para acomodar 2015 espectadores .O teatro já foi palco de apresentações do maestro italiano Toscanini. Você poderá fazer uma visita no interior do teatro ou até mesmo assistir a um espetáculo. Acompanhe a agenda do teatro para fazer uma visita.

Horário de funcionamento: Diariamente das 9:00 às 17:30 h (fechado entre 12:30 e 13:30 h).

Valor da entrada: 7 euros.

Localização: Piazza Scala, Milão.

Site: http://www.teatroallascala.org/

A cidade de Milão tem vários lugares para serem conhecidos e admirados. Anote nossas dicas e boa viagem!!!