Coisas que você não gostaria que acontecesse na sua viagem

Se você está lendo esse post é porque ama viajar. Porém, depois de planejarmos e aguardamos o tão esperado dia do embarque para o nosso próximo destino, o que não queremos é que algo não saia como o planejado. Nem sempre temos controle de tudo o que irá acontecer durante a viagem. Mas, o mais importante é saber agir e estar preparado para caso algo aconteça.

Pode ser que você ou algum amigo já tenha passado por algumas das coisas que listo abaixo ou que um dia isso vá acontecer com você. Sempre esperamos que não, mas alguns incidentes são imprevisíveis. Contudo, não se aborreça e tente resolver tudo da melhor maneira possível.

1 – Chegou para embarcar e o seu voo atrasou ou foi cancelado. Saiba o que fazer!!!

  • Atraso superior a 2 horas – Você tem direito à alimentação (voucher para almoço, jantar ou lanche) e  a um telefonema.
  • Cancelamento ou  atraso superior a 4 horas – Direito à acomodação ou até mesmo direito à passagem em uma outra empresa aérea, no caso de cancelamentos. Transporte até a acomodação ou sua residência. Reacomodação no próximo voo da cia caso possua lugar e toda assistência material.

Caso se sinta lesado, procure o balcão da cia aérea ou registre reclamação na ANAC.

Antes de ir ao aeroporto, você pode tomar algumas medidas preventivas, tal como checar o status do voo antes de sair de casa. No site da cia aérea com a qual irá viajar ou até mesmo no site do aeroporto, é possível consultar a situação do voo. Também é legal dar uma pesquisada na previsão do tempo um dia antes, pois dias nublados e com previsão de chuvas são condições para atraso em voos. Tente sempre optar por cias aéreas com muitos voos para aquele trecho para onde irá viajar, pois se seu voo atrasar ou for cancelado, você terá a opção de embarcar em um outro. Chegue ao aeroporto com antecedência e cheque o painel de embarque para ver o status do seu voo.

2 – Filas intermináveis

Caso viaje em época de férias ou feriados, é muito provável que você pegue muitas filas nos principais pontos turísticos. Para tentar amenizar isso e não se estressar procure fazer um planejamento. Busque horários alternativos para visitar um museu ou atrativo muito procurado. Tente visitar o local no horário do almoço, onde muitos turistas irão deixar o local para se alimentar. Com crianças ou idosos, procure as filas preferenciais. Não coloque na sua lista locais muito procurados no mesmo dia para que não perca muito tempo em filas e deixe de aproveitar mais a sua viagem.

3 – Seguro viagem

Um dos itens indispensável de uma viagem é o seguro viagem. Coloque a cotação e contratação no seu planejamento até mesmo para locais onde não é obrigatório. Em viagens internacionais, a contratação de um bom seguro viagem é altamente recomendado. Imprevistos acontecem e é sempre bom estar preparado, principalmente em um local onde não conhecemos o sistema de saúde. Em muitos países, não há um sistema público de saúde como no Brasil, onde basta chegar a um hospital para ser atendido. Não economize neste item.

4 – Seu quarto de hotel/pousada não é o que reservou ou esperava

Chegou no hotel e o quarto que reservou não é como esperado ou não está de acordo com o que contratou? Avise a recepção e tente trocar por um outro quarto da mesma categoria. Caso consiga a troca e o outro quarto possua algum problema, informe a recepção novamente. O hotel tem o dever de lhe entregar o que foi oferecido no contrato, tais como os serviços inclusos, amenidades, tipo de cama e alimentação.

5 – Cartão de crédito/débito bloqueado

Para viajar para o exterior ou em um cruzeiro, é necessário que você possua um cartão internacional. Faça o desbloqueio do cartão junto ao seu banco para poder utilizá-lo durante sua viagem. Lembre-se que utilizando o cartão de crédito ou de débito, você pagará a taxa de 6,38 % de IOF sobre o valor em toda transação.

6 – Conexão longa em um aeroporto

Comprou um voo com uma conexão longa? Prepare-se para não ficar entediado no aeroporto. Leve um livro, carregador para celular, tablet, etc. Se estiver com crianças, leve pequenos brinquedos e livros de pintura para distrai-los. Caso a sua cia aérea possua uma sala vip no aeroporto de conexão, veja se sua passagem lhe dá direito de utilizá-la. Essas salas possuem vários recursos e muito conforto para seus passageiros. E, por fim, caso vá passar a noite no aeroporto, visite este site e veja a lista de aeroportos e o que cada um oferece para que você tenha uma conexão agradável.

7 – Extravio de bagagem

Chegou ao seu destino e sua mala não? O que você deve fazer? Se no momento do desembarque sua mala não estiver na esteira, procure imediatamente a sua cia e preencha o formulário de extravio. Se o voo for doméstico, a empresa tem até 30 dias para devolver os pertences no endereço estipulado por você. Em voos internacionais, esse prazo é de 21 dias. Se isso não acontecer dentro do prazo, a empresa terá que pagar um valor equivalente ao da mala e objetos nela contidos, além de todas as despesas que o cliente venha a ter por conta do extravio da bagagem. Guarde todas as notas dos gastos que por acaso venha a ter devido à situação.

Nunca se esqueça de identificar sua mala e retirar as etiquetas de embarque antigas. Isso ajuda na hora da localização de sua mala. Tente sempre utilizar cadeados e algo que diferencie sua mala das outras, tais como um lenço colorido amarrado na alça, uma fita, uma grande etiqueta colorida, etc. Outra dica importante: leve na sua bagagem de mão uma muda de roupa e pertences pessoais para, caso fique algumas horas sem encontrar a mala, você não esteja desprotegido. Tente não colocar itens pessoais e de grande valor na mala despachada, tais como tablets, computadores, celulares, jóias e documentos.

Segue link com novas regras de bagagem neste post.

8 – Não esqueça do visto e de seus documentos

Para qualquer viagem que for fazer seja ela rodoviária, marítima ou aérea, você deverá portar o documento exigido para aquele tipo de viagem. Em alguns casos, somente o RG original já basta. Porém, caso faça uma viagem internacional, a maioria dos destinos requer o porte do passaporte e, em muitos casos, o visto estampado nesse documento. Além disso, alguns destinos requerem também carteira de vacina internacional. Em caso de menor viajando sozinho ou com alguma pessoa que não seja o pai ou a mãe, ou com apenas um deles o acompanhando, você deverá ter uma autorização reconhecida em cartório com a assinatura do responsável legal. Verifique também a validade dos documentos que irá levar. Todos devem estar em vigor no momento do embarque. Em alguns casos, ele deve ser válido também para até 6 meses depois da viagem.

Caso esteja em uma viajem internacional e perca o seu passaporte, siga essas instruções: procure a polícia local e registre um boletim de ocorrência; depois vá até o consulado ou embaixada brasileira no país. Lá, eles emitiram um novo passaporte com urgência.

Abaixo alguns posts úteis sobre documentos me viagens:

Certificado Internacional de Vacina

Você sabia que para viajar para alguns destinos internacionais é obrigatório apresentar o certificado internacional de vacina? Então, caso você não esteja por dentro dessa informação importante, abaixo listo algumas dicas para que você não tenha surpresas na hora de embarcar.

Caso tenha tomado a vacina contra febre amarela ou malária e irá viajar para um destino internacional onde o certificado é obrigatório, você precisará buscar um posto credenciado pela Anvisa para emitir o certificado para viagem.

No site oficial da Anvisaé possível fazer o cadastro e visualizar quais países exigem o certificado e qual vacina é exigida. Em alguns países onde o viajante apenas faz conexão por um determinado período, o documento também poderá ser exigido.

No site da Anvisa, ainda é possível ver os postos já credenciados para tomar vacinas. Caso você já tenha tomado a vacina, será preciso somente emitir do certificado. Além disso, você poderá visualizar os locais para agendamento e emissão do documento.

Abaixo, segue o passo-a-passo para emissão do certificado:

1 – Tomar a vacina exigida.

2 – Realizar o cadastro no site da Anvisa.

3 – Agendar dia e horário para emitir o documento (isto não é obrigatório, mas agiliza o processo).

4 – Levar documento de identificação com foto e carteira nacional de vacinação com as devidas vacinas tomadas preenchidas.

Alguns países que exigem o certificado são: Afeganistão, África do Sul, Austrália, Colômbia, Chile, etc. A maioria dos países da Europa e os Estados Unidos não exigem o certificado, porém vale a pena atentar se o seu voo não faz conexão de mais de 10 horas em nenhum país que exige.

Neste linké possível consultar se o seu destino exige o certificado e qual vacina é exigida.

Importante: A vacina contra a febre amarela deve ser tomada com, no mínimo, 10 dias de antecedência da viagem.

Ainda ficou alguma dúvida? Deixe-as nos comentários abaixo para que eu possa tentar respondê-las e boa viagem!!!

Novas regras de cobrança de bagagem

Como alguns já sabem, algumas regras mudaram recentemente no Brasil sobre franquias de bagagem, alterações nas regras de cancelamento e alterações, entre outros.

Abaixo irei listar o que mudou e o que altera agora na sua viagem.

1- Divulgação dos valores das passagens aéreas já com as taxas inclusas.

2- Correção gratuita de nome e sobrenome no bilhete.

3- Direito de desistência da compra da passagem aérea com 100 % de reembolso até 24 horas após a compra, desde que o bilhete tenha sido adquirido com antecedência mínima de 7 dias. E para compras realizadas pela internet o prazo continua o mesmo de 7 dias para reembolso.

4- Limitação das multas por cancelamento ou alterações. O valor não poderá ultrapassar o valor pago pelo cliente.

5- As empresas agora tem 7 dias para encontrar e devolver a bagagem em voos nacionais e até 21 dias para voos internacionais. Se a bagagem não for encontrada a empresa deverá indenizar o passageiro em até 7 dias.

6- Em caso de extravio de bagagem e o cliente estiver fora do seu local de moradia, a empresa deverá ressarcir por gastos emergenciais. Cada empresa é responsável por definir a forma e os limites diários do ressarcimento do passageiro.

7- Em caso de bagagem violada o passageiro deverá protestar em até 7 dias para que a empresa possa ressarci-lo.

8- Em caso de overbooking a empresa deverá indenizar o passageiro na hora.

9- O passageiro poderá embarcar no voo de volta mesmo não tendo embarcado no trecho de ida.

10- Bagagens de mão passam a ter a franquia de 10 kg.

 

Preços para despachar bagagens:

Gol

-Irá disponibilizar uma nova tarifa chamada Light pra quem não precisa despachar bagagens.

-Pra quem comprar a tarifa Light e precisar despachar bagagem, os valores serão R$30 por uma mala de até 23 kg (nos canais de autoatendimento e agências de viagem) e de R$60 no balcão de check in.

-Para voos internacionais, o valor será de $10 (nos canais de autoatendimento e agencias de viagem) e de $20 no balcão de check in.

Para mais informaçõeshttps://www.voegol.com.br/pt/informacoes/viaje-sem-duvidas/bagagem-de-mao-e-despachada

 

Azul

-Oferecerá tarifas com 30 % de desconto para clientes que partem de destinos do Brasil e não desejam despachar bagagens.

-Terá uma tarifa chamada Mais Azul, onde se o cliente desejar despachar uma mala de até 23 kg pagará o valor de R$30.

-Para bagagens de mão, uma mala de até 10 kg e no máximo 115 cm é permitida.

Para mais informações: https://www.voeazul.com.br/para-sua-viagem/informacoes-para-viajar/bagagem-despachada

 

Latam

-Com uma tarifa chamada Light, o cliente poderá economizar no valor da passagem caso deseje não despachar mala. Em outras tarifas poderá despachar uma mala de 23 kg.

-Duas malas de até 23 kg para viagens internacionais serão permitidas.

Para mais informações: https://www.latam.com/pt_br/comunicacao/sua-bagagem/novas-regras/

 

 

Avianca

– Estados Unidos: Duas malas de até 23 kg para viagens internacionais na classe econômica e três malas de até 23 kg na classe executiva. Bebê (0 a 23 meses) uma mala de até 10 kg na classe econômica e três malas de até 23 kg na classe executiva.

-América Latina: Promo uma mala de até 23 kg/ Economy e Flex uma mala de até 23 kg/ Business Promo e Business duas malas de até 23 kg.

-Voos domésticos de acordo com a tarifa: Promo não possui bagagem despachada/ Economy uma mala de até 23 kg/ Flex duas malas de até 23 kg.

Para mais informações:  https://www.avianca.com.br/bagagens#bagagem-despachada

 

Obs.: Todos os valores e informações poderão sofrer alterações sem aviso prévio.

Qual a melhor época para reservar um hotel?

Você quer reservar um hotel com um bom preço, mas não sabe qual é a melhor época para fazê-lo?

Quer saber com quanto tempo de antecedência deve reservar o seu hotel para viagens nacionais e internacionais?

Pois bem. Vamos lá! Abaixo vou listar algumas dicas para te ajudar nesse missão.

jp26jp (https://pixabay.com/pt/hotel-inscreva-se-casa-438701/)
Fonte: Pixabay

Uma pesquisa realizada pelo site TripAdvisor aponta as melhoras épocas para reservas de hotéis com bons preços. A melhor época varia de acordo com a região, a cidade de destino e a época da viagem. Essa análise foi feita para os meses de junho, julho e agosto, identificando quando os valores ficam abaixo da média.

Para as pessoas que costumam viajar com uma certa frequência, já é notório que dificilmente os preços tendem a ter um aumento ou uma queda brusca. Apesar disso, vale sempre pesquisar muito e se atentar às dicas.

1 – América do Sul: Os 4 meses que antecedem a data de sua viagem são a melhor época para reservas de hotéis. Você poderá economizar ate 20% nas diárias, segundo TripAdvisor. Já próximo à viagem, você poderá economizar no máximo entre 2% a 4%.

2 – Ásia: Reserve com 3 meses de antecedência para uma economia de até 23%. Os preços tendem a subir entre 3 e 5 semanas antes da data de viagem, com um queda nas 2 últimas semanas.

3 – América Central: Com 3 meses de antecedência da viagem, você poderá ter uma economia de ate 7%.

4 – África: Com 5 meses de antecedência, você poderá ter uma economia de até 21%. Os preços tendem a subir entre 3 e 5 semanas antes data de partida.

5 – Estados Unidos: Os preços para os EUA tendem se manter durante todo o ano. Porém, reservas com até 2 meses de antecedência para o verão poderão lhe render uma economia de ate 7%.

6 – Europa: Para curtir o verão na Europa, faça reservas com 3 a 5 meses de antecedência para uma economia de até 23%.

7 – Caribe: Com 4 meses de antecedência, poderá ter uma economia de ate 7%.

8 – Oriente Médio: Com reservas com até 5 meses de antecedência, você poderá economizar 24%.  De 3 a 4 semanas antes da viagem, os preços tendem a subir e sofrem uma queda nas 2 últimas semanas.

9 – Pacifico Sul: Com 5 meses de antecedência, você poderá ter uma economia de  até 19%.

Abaixo 25 cidades com a melhor época para reservas, segundo site TripAdvisor:

Bancoc Até 3 meses antes 16%
Barcelona 2 a 7 meses antes 27%
Beijing 2-6 meses antes 16%
Berlim 2 a 5 meses antes 33%
Buenos Aires 1 a 4 meses antes 19%
Cancun 2 a 4 meses antes 16%
Cidade do Cabo 3 meses antes 13%
Dubai 2 meses antes 40%
Dublin 2 a 5 meses antes 14%
Hanoi 3 meses antes 16%
Istambul 5 meses antes 29%
Jacarta 3 meses antes 39%
Londres 3 a 5 meses antes 18%
Marrakech 4 meses antes 28%
Moscou 4 a 7 meses antes 55%
Mumbai 3 meses antes 17%
Nova York 2 a 4 meses antes 25%
Orlando 1 a 4 meses antes 10%
Paris 4 meses antes 32%
Praga 2 a 5 meses antes 33%
Rio 3 a 5 meses antes 11%
Roma 3 a 5 meses antes 32%
Singapura 2 semanas a 5 meses antes 26%
Sidney 5 meses antes 34%
Tóquio 2 a 5 meses antes 31%

 

 

 

 

Fonte: Site TripAdvisor

 

A minha dica é sempre fazer a reserva em sites confiáveis e sites onde você tenha a opção de cancelamento sem multas ou taxas. A partir daí, você pode reservar de 2 a 3 hotéis e chegando mais próximo da data de viagem optar por qual melhor lhe atenderá.

Para viagens programadas para daqui a 10 meses, não indico que se faça reservas. Os hotéis tendem a baixar os preços conforme a taxa de ocupação esteja baixa.

Outra dica: se possuir um hotel onde deseja muito se hospedar, fique atento ao próprio site do hotel e assine a newsletter para que receba possíveis promoções.

Para reservas em alta temporada, fique atento. É muito difícil  você encontrar promoções e poderá correr o risco do hotel já estar com a taxa de ocupação lotada, caso não realize sua reserva antecipada. Já em baixa temporada você encontrara ótimas promoções.