Como ir de Porto Alegre a Gramado e Canela

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para chegar a Gramado e Canela vindo de avião de outras partes do Brasil, você terá que optar por um transporte terrestre até estas cidades. Digo isso porque na cidade de Gramado e Canela não há aeroportos. A cidade mais próxima com aeroporto é a de Porto Alegre. De lá, você terá que ir de transporte terrestre até a cidade de destino. A distância entre as duas cidades é em torno de 125 km.

Abaixo, vou listar algumas formas de você chegar às cidades de Gramado e Canela:

1 – Carro alugado

Uma das opções é alugar um carro. Você pode fazer a reserva em uma agência de viagens, pela internet pelos sites da Rentalcars ou Rentcars  ou alugar um carro na chegada ao aeroporto. Após ter alugado o carro, coloque o destino de Gramado em seu GPS e siga a rota. Em épocas de férias e feriados, recomendo a reserva do carro antecipadamente.

A viagem dura em torno de 2 horas pela rota Via Novo Hamburgo e um pouco mais pela Rota Romântica (rota com vistas incríveis, porém com pista mais sinuosa).

Neste link, segue um pouco mais sobre a Rota Romântica.

2 -Táxi

De táxi, você gastará mais ou menos o mesmo tempo que ir de carro. Porém, terá o conforto de não se preocupar em dirigir e pode contemplar a vista com mais qualidade. A corrida de táxi com preço fixo nos guichês do aeroporto fica em torno de R$450 para Gramado e R$470 para Canela (valores podem sofrer alterações sem aviso prévio).

3 – Ônibus

A forma mais econômica é ir de ônibus. Se você estiver hospedado no centro de Gramado, você terá fácil  acesso à rodoviária. No segundo piso do terminal 1, é possível encontrar o guichê da Veppo, empresa de ônibus que faz o trajeto Porto Alegre/Gramado. No guichê, você pode comprar as passagens ou até mesmo trocar o voucher, caso opte em comprar pela internet. O site da empresa encontra-se neste link.

A viagem dura em torno de 2:20 h e as passagens custam em torno de R$42 cada viagem (valores podem sofrer alterações sem aviso prévio).

4 – Transfer

Muitas agencias de viagem vendem pacotes com transfers de chegada e saída já inclusos. Caso não esteja incluso no seu pacote, você poderá contratar diretamente com a empresa que oferece o serviço. Os valores alteram de empresa para empresa, mas para que você possa ter uma noção você gastara em torno de R$350 a R$500 para o casal para o transfer de ida e volta.

Escolha qual a melhor opção que irá atender as suas necessidades. O carro te dará liberdade de andar pra onde quiser na cidade, o transfer e o táxi que te darão o conforto de não se preocupar em dirigir e o ônibus traz economia.

Se precisar contratar algum destes serviços nos consulte, nós podemos te ajudar!!

Gostou das nossas dicas? Não deixe de ler os nossos posts com mais dicas de Gramado e Canela.

Zurique

Este slideshow necessita de JavaScript.

Zurique, a maior cidade da Suíça, traz muitos encantos a quem a visita. A cidade reserva muitos passeios e pontos atrativos aos turistas. A cidade tem boa estrutura e fácil locomoção, possui museus, lojas de grifes cobiçadas por muitos, lojas de chocolate famosas, arquitetura de impressionar e uma linda paisagem.

Da estação Zürich Hauptbahnhof , é possível se locomover a pé pelo centro e pelos principais atrativos. Saindo da estação, siga pela avenida Bahnhofstrasse e vá apreciando as belas lojas que se encontram por ali. Ainda na avenida, não deixe de olhar as lojas de relógios e parar para degustar um chocolate suíço. Recomendo a confeitaria Sprungli, que data de 1836. No final da avenida, você chegará ao lago Zurich, de onde terá uma linda vista dos alpes. Aproveite para fazer um passeio de barco pelo lago. Dali mesmo é possível comprar os tíquetes s e seguir pelo passeio.

Outro ponto turístico muito visitado na cidade é a Catredal Grossmusnter, além das igrejas Fraumunster e St. Peter Church. A catedral Grossmunter é uma das maiores igrejas da cidade. Em anexo, é possível encontrar a Universidade de Zurique. A igreja Fraumunster é famosa por seu lindos vitrais feitos por Augusto Giacometti e Marc Chagall. Já a igreja St. Peter Church é famosa por seu imenso e maior relógio da Europa.

Não deixe de passear pela cidade velha. Um canto charmoso da cidade é a Niederdorf. Caminhe sem pressa e aprecie cada cantinho dessa parte da cidade de Zurique. A Lindenhof é um dos pontos chaves da cidade de Zurique, com uma vista belíssima. De lá, é possível avistar  a Cidade Velha, Igreja Grossmünster, o rio Limmat e o Instituto Federal Suíço de Tecnologia.

Outros locais que valem a visita, caso tenha tempo, são o Jardim chines (local para relaxar), os museus Landesmuseum (Museu Nacional Suiço), Kunsthaus (museu de arte), a sede da Fifa e o museu Rietberg (museu dedicado a arte da África).

Abaixo seguem os endereços e horários dos museus listados aqui.

1 – Landesmuseum

Endereço: Museumstrasse, 2.

Horário de funcionamento: De terça-feira à domingo, das 10:00 às 17:00 h. Às quintas-feiras, até as 19:00 h.

2 – Kunsthaus

Endereço: Heimplatz, 1.

Horário de funcionamento: Terças e sextas-feiras, das 10:00 às 18:00 h; quartas e quintas-feiras, até as 20:00 h.

3 – Rietberg

Endereço: Glablerstrasse, 15.

Horário de funcionamento: De terça-feira à domingo de 10:00 às 17:00 h; Às quartas-feiras até as 20:00 h.

4 – Sede da Fifa

Endereço: FIFA-Strasse, 20.

5 – Jardim Chines

Endereço: Belleriverstrasse.

Horário de funcionamento: De março ao início de outubro, todos os dias das 11:00 às 19:00 h.

Gostou das nossas dicas e ficou com vontade de conhecer essa bela cidade da Europa? Então, não deixe de acompanhar nossos posts e caso precise de ajuda para montar a sua viagem, não exite em entrar em contato conosco.

São Paulo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há quem diga que a maior metrópole do país só viva de trabalho e corporativismo. Eu discordo completamente. A cidade de São Paulo tem muito a oferecer ao turista. Pois bem, se até hoje você não tirou uns dias para visitar a cidade da garoa, abaixo vou listar alguns atrativos e pontos turísticos que talvez faça você mudar de ideia. E uma coisa legal da cidade é que muitos dos atrativos são de graça ou com um preço muito acessível.

1 – Avenida Paulista

Principal avenida da cidade de São Paulo com grandes prédios. Vale a pena reservar alguma horas para caminhar ou até mesmo pedalar pela avenida. Ela costuma ser bem movimentada tanto de dia como à noite.

2 – MASP (Museu de Arte de São Paulo)

O museu possui um dos maiores acervos de arte do Brasil. Não deixe de visitá-lo.

Localização: Avenida Paulista.

Valores da entrada: R$25 inteira / R$12 meia entrada.  A entrada é gratuita às terças-feiras.

Site: http://www.masp.art.br

3 – Mirantes de São Paulo

  • Edifício Altino Arantes, antigo Banespão

Valores da entrada: gratuita.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira das 10:00 às 15:00 h.

Localização: Rua João Bricola, 24.

Obs: O mirante está temporariamente fechado para reformas (até a publicação deste post).

  • Edifício Itália

Valores da entrada: gratuita.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira das 15:00 às 16:00 h.

Localização: Avenida São Luis, 50.

  • Edifico Copan

Valores da entrada: gratuita.

Horário de funcionamento: Agendamento através dos telefones: +55 (11) 3257-6169 e +55 (11) 3259-5917.

Localização: Av. Ipiranga, 200.

  • Edifício Martineli

Valores da entrada: gratuita.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira das 9:30 h às 11:00 h e das 14:30 h às 16:00 h. Aos sábados, visitas apenas com agendamento das 9:00 h às 13:00 h.

Localização: Rua São Bento, 397 a 413.

4 – Mercado Municipal

Reserve um horário para almoçar ou lanchar por lá. O mercado municipal é enorme e cheio de variedades. Lá, é possível experimentar e comprar frutas exóticas. Não deixe de provar o famoso pastel de bacalhau e o enorme sanduíche de mortadela.

Localização: Rua da Cantareira, 306.

Horário de funcionamento:  De segunda-feira à sábado das 6:00 h às 18:00 h. Domingos e feriados das 6:00 h às 16:00 h.

5 – Parque Iberapuera (diversas atrações)

O Parque Iberapuera é uma atração à parte para você se desconectar da agitação da cidade e curtir momentos ao ar livre. Caminhe pelo parque e desfrute de um passeio agradável. O parque fica situado na Avenida Pedro Álvares Cabral e fica aberto todos os dias das 5:00 h à meia-noite. Lá dentro, é possível visitar os seguintes atrativos:

  • Museu de Arte Moderna

Horário de funcionamento: de terça-feira à domingo das 10:00 às 18:00 h.

Valores da entrada: R$6 inteira / R$3 meia-entrada (de terça-feira à sábado). Gratuita aos domingos.

  • Museu Afro Brasil

Horário de funcionamento: De terça-feira à domingo das 10:00 h às 17:00 h.

Valores da entrada: R$ 6 inteira / R$ 3 meia (de domingo à sexta-feira). Gratuita aos sábados.

  • Museu de Arte Contemporânea da USP

Horário de funcionamento: de terça-feira à domingo das 10:00 às 18:00 h.

Valores da entrada: Gratuita.

  • Planetário do Ibirapuera

Horário de funcionamento: Nos meses de dezembro a fevereiro e julho, as sessões acontecem de quarta-feira à domingo às 10:00, 12:00, 15:00 e 17:00 h. Nos outros meses, as sessões acontecem somente aos sábados e domingos às 10:00, 12:00, 15:00 e 17:00 h.

Valores da entrada: Gratuita, através de distribuição da senha uma hora antes da sessão.

6 – Minhocão

O elevado é fechado aos domingos para lazer. Aproveite para apreciar e caminhar pelo local. O entorno tem sido revitalizado.

Valores: Gratuito.

Localização: Elevado João Goulart.

7 – Pinacoteca

Um grande prédio do século XIX dedicado à arte. Lá, estão obras de Portinari e Anita Malfatti.

Valores da entrada: R$ 6 inteira / R$ 3 meia-entrada de terça à sexta-feira. Gratuita aos sábados.

Localização: Praça da Luz.

Horário de funcionamento: Terça-feira à domingo das 10:00 às 18:00 h.

8 – Jardim Botânico

Espaço dedicado à natureza contendo 143 hectares com variedades de flores e jardins. Caminhe e aprecie as nascentes, lagos, o orquidário e o jardim dos sentidos. Aproveite para fazer um piquenique por lá.

Valores: R$6,00 inteira / R$3,00 meia entrada.

Localização: Av. Miguel Estéfano, 3031.

Horário de funcionamento: De terça-feira a domingo e feriados das 9:00 h às 17:00 h. No horário de verão, fica aberto das 9:00 h às 18:00 h.

9 – Vá as compras na 25 de março

Reserve algumas horas para andar pela rua 25 de março, onde encontrará preços convidativos e muitas lojas. Você não sairá de mãos vazias de lá.

Localização: Rua 25 de Março.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira das 8:00 h às 18:00 h. Sábados de 8:00 h às 12:00 h.

10 – Museu do Futebol

Museu dedicado à paixão nacional: o futebol. Espaço interativo e moderno, que agrada até os menos apaixonados por futebol. Contém um grande acervo da história desse esporte.

Valores: R$9,00 inteira / R$4,50 meia entrada. Aos sábados, a entrada é gratuita.

Localização: Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho.

Horário de funcionamento: De terça à sexta-feira das 9:00 h às 16:00 h (permanência até as 17:00 h). Sábados, domingos e feriados, das 10:00 h às 17:00 h (permanência até as 18:00 h).

Site: http://museudofutebol.org.br/

11 – Museu da Imagem e do Som

Famoso por grandes exposições como Castelo Rá Tim Bum, o espaço sempre realiza exposições de cinema, foto, música, dentre outros. Com mostras interativas, o museu é super divertido. Vale a visita.

Valores: Consulte programação, porém, a entrada  é gratuita às terças-feiras.

Localização: Av. Europa, 158.

Horário de funcionamento: De terça-feira a sábado das 12:00 h às 21:00 h. / Domingos e feriados das 11:00 h às 20:00 h.

Site: http://www.mis-sp.org.br

12 – Museu Catavento

O museu Catavento é um museu cultural e educacional com exposições de ciência interativas permanentes. É um ótimo programa para levar as crianças e os adolescentes. O espaço é enorme e incrível e possui salas que falam de biologia, física, química, dentre outras ciências. Não deixe de visitar e tirar algumas horas para conhecer este lugar cheio de cultura.

Valores: R$6,00 / Estacionamento: até 4 horas – R$15.

Localização: Pq. Dom Pedro II – Av. Mercúrio, s/n – Brás.

Horário de funcionamento: De terça-feira a domingo das 9:00 h às 16:00 h.

Site: http://www.cataventocultural.org.br/

13 – Confeitaria Carlos Bakery

Aberta no ano de 2016 em SP, a famosa confeitaria americana Carlos Bakery vem conquistando os paulistanos e os turistas que passam por lá. A loja conta com os incríveis doces e bolos apresentados no programa Cake Boss.

Localização: Rua Bela Cintra, 2182 – Jardins.

Horário de funcionamento: Aberta todos os dias das 10:00 h às 21:00 h.

Site: http://carlosbakery.com.br/

14 – Oscar Freire e Rua Augusta

Duas ruas famosas cada uma por seu aspecto. A rua Oscar Freire é conhecida nacionalmente por suas lojas de luxo e restaurantes refinados. Já a Rua Augusta é totalmente descolada, com uma boa concentração de bares e casas noturnas agitadas. Vale a pena dar uma passada pelas ruas para conhecer.

15 – Catedral da Sé

Imponente construção no meio da cidade, na Praça da Sé. O seu interior tem capacidade para 8 mil pessoas e o maior órgão da América do Sul está lá dentro.

Valores: Entrada gratuita.

Localização: Praça da Sé.

Horário de funcionamento: De segunda à sexta-feira das 8:00 h às 19:00 h, aos sábados das 8:00 h às 17:00 h e aos domingo de 8:00 h às 13:00 h.

16 – Teatro Municipal

O Teatro Municipal oferece consertos, peças teatrais e musicais. Também é possível fazer visitas guiadas.

Valores: Consulte programação.

Localização: Praça Ramos de Azevedo.

Horário de funcionamento:  As visitas guiadas acontecem de terça à sexta-feira às 11:00 h, 15:00 h e 17:00 h e aos sábado e feriados às 11:00 h, 12:00 h, 14:00 h e 15:00 h. Para os espetáculos, consulte o site oficial.

Site: http://theatromunicipal.org.br/

17 – Aquário

Um outro programa muito legal para fazer em São Paulo é visitar o aquário. Com 2 milhões de litros d’ água, ele é o maior aquário da América Latina. O local é dividido em vários ambientes que contam com várias espécies aquáticas.

Valores: Adultos R$85,00 / Crianças de 3 a 12 anos R$50,00 / Professores R$42,00 / Estacionamento: R$35,00.

Localização: Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a domingo das 9:00 h às 19:00 h.

Site: http://www.aquariodesaopaulo.com.br/

18 – Zoo

O zoológico de São Paulo foi fundado em 1958 e conta com 3 mil animais. É um passeio tradicional e que vale a pena, ainda mais se estiver com crianças. Aos fins de semana, o Zoo tende a estar mais cheio. Programe-se para chegar cedo e, se for levar crianças pequenas, não esqueça o carrinho. O parque é bem grande e a caminhada poderá deixá-los cansados.

Valores: Adultos R$35,00 / Crianças de 6 a 12 anos R$13,00 (Consulte no site valores dos ingressos para as outras atrações do parque) / Estacionamento R$16,00.

Localização: Avenida Miguel Estéfano, 4241 – Saúde.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a domingo das 9:00 h às 17:00 h.

Site: http://www.zoologico.com.br/

E aí, gostou das dicas? Então anote tudo e para reservar um hotel não deixe de pesquisar no Booking.com.

Obs.: Os valores e horários poderão sofrer alterações sem aviso prévio.

Ilha Grande

 

Ilha grande fica localizada no litoral de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Tem 193 km² de relevo montanhoso e possui 7 mil habitantes.

A única forma de chegar à ilha é de barco através de serviços de transporte marítimo como: barca, táxi-boat, lancha e escunas turísticas. O serviço de barcas da empresa Barcas S.A. liga Ilha Grande à Mangaratiba e à Angra dos Reis.

A maior atividade de Ilha Grande é o turismo. A ilha possui inúmeras pousadas, campings e restaurantes. A Vila do Abraão concentra a maior parte da infra-estrutura. A ilha possui áreas de preservação ambiental: área de Proteção Ambiental dos Tamoios (APA dos TAMOIOS), três áreas são preservadas Parque Estadual da Ilha Grande (PEIG), Parque Estadual Marinho do Aventureiro (PEMA) e Reserva Biológica da Praia de Sul (RBPS).

Ilha Grande possui inúmeras praias: Abraão, Palmas, Lopes Mendes, Lagoa Azul, Praia Vermelha, Praia do Leste, dentre outras. A ilha também é muito procurada para a prática de caminhadas ecológicas por meio de trilhas, surf, mergulho, etc.

A ilha é paradisíaca e muito bem preservada. Atrai milhares de turistas durante o ano todo, porém o verão é a época em que a ilha está mais cheia e as pousadas tendem a estar lotadas.

Se você ficou com vontade de conhecer esse lugar maravilhoso, leia nossas dicas e prepare suas malas. Claro, não se esqueça de deixar seu comentário abaixo. Boa viagem!!!

Pontos turísticos de Petrópolis

A cidade imperial possui, além de seu charme e beleza, vários atrativos e pontos turísticos. Petrópolis conta muito de sua história em vários de seus pontos turísticos. Abaixo vou listar alguns dos atrativos mais visitados.

1 – Museu Imperial

Antigamente, o imóvel do museu imperial era a casa de verão da família imperial. O museu em si foi inaugurado em 1943 e possui um acervo fantástico. No imenso jardim projetado pelo paisagista Jean Baptiste Binot, você encontrará varias espécies da flora mundial. Esse é um museu imperdível e que vale a visita.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo das 11:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Inteira: R$10,00 / Estudantes, professores e maiores de 60 anos: R$ 5,00 / Moradores de Petrópolis e petropolitanos, às quartas-feiras e no último domingo do mês: gratuito (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua da Imperatriz, 220 – Centro, Petrópolis.

Site: http://www.museuimperial.gov.br/

2 – Palácio de Cristal

O palácio encomendado por Conde d’Eu e Princesa Isabel foi projetado nas oficinas da Sociedade Anônima Saint-Souver Lês Arras, na França. Inicialmente, o espaço foi construído para exposições de flores, frutos e pássaros. Ainda hoje é destinado a várias exposições e às diversas festas tradicionais da cidade como, por exemplo, a Bauernfest.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo das 9:00 às 17:00 h.

Valor da entrada: Entrada gratuita.

Localização: Rua Alfredo Pachá – Centro, Petrópolis.

3 – Palácio Quitandinha

Construído entre 1941 e 1944 para abrigar um cassino, o antigo hotel Quitandinha recebeu ilustres artistas, músicos, políticos, entre outras celebridades. O lago em frente ao hotel possui o formato do mapa do Brasil. O hotel ainda possui uma enorme cúpula que é comparada com a redoma da Catedral  de São Pedro, em Roma.

Após a proibição dos cassinos no Brasil em 1946, o palácio tentou sobreviver somente como hotel, o que não deu certo e fechou. Com o passar dos anos os apartamentos foram vendidos e atualmente, o imóvel é administrado pelo Serviço Social do Comércio (SESC), que promove diversos eventos no Palácio ao longo do ano.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a quinta, das 9:00 às 21:00 h /Sexta e sábado das 9:00 as 23:00 h/Domingo e feriado das 9:00 as 22:00 h.

Valor da entrada: Entrada gratuita / Visita guiada: R$10,00 / Visita guiada crianças de 7 a 10 anos, estudantes e idosos (maiores de 60 anos): R$5,00 (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Av. Joaquim Rolla, 2 – Quitandinha, Petrópolis.

Site: http://www.sescrio.org.br/unidades/sesc-quitandinha/informacoes

4 – Museu de Cera

O museu de cera de Petrópolis retrata muitos personagens nacionais e internacionais importantes. Com muito realismo, os bonecos de cera de tamanho natural encantam os seus visitantes.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo, das 10:00 às 17:00 h / Sábados das 10:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Adultos: R$28,00 / Estudantes e idosos: R$14,00 (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua Barão do Amazonas, 35 – Centro, Petrópolis.

Site: http://www.museudeceradepetropolis.com/

5 – Casa de Santos Dumont

A casa de Santos Dumont, localizada no centro de Petrópolis, era a residência oficial do inventor mineiro nos verões. O chalé possui três pavimentos. No primeiro, funcionava sua oficina. Uma curiosidade da casa é de não haver uma cozinha: as refeições vinham do hotel Palace, atual Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Hoje, o museu conta com um acervo de objetos, livros e mobiliários, além de algumas invenções de Santos Dumont. Bem próximo a casa, ao lado da Praça da Liberdade, é possível avistar uma réplica do avião 14 Bis.

Horário de funcionamento: Aberto de terça-feira a domingo de 9:00 às 17:30 h.

Valor da entrada: Adultos: R$8,00 / Meia-entrada: R$4,00 / Crianças até 7 anos e idosos (acima de 60 anos): entrada gratuita (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua do Encanto, 22 – Centro, Petrópolis.

6 – Cervejaria Bohemia

Fundada em 1853, a cerveja pilsen produzida no local foi a primeira do Brasil. Localizada próxima ao Palácio de Cristal, a cervejaria possui hoje uma visita auto-guiada muito atrativa que conta e demonstra como é feita a produção da cerveja Bohemia. Além disso, para alegria dos apreciadores, ao final da visita há a degustação de alguns dos tipos produzidos pela cervejaria. No área externa, ainda é possível sentar e apreciar com calma várias das cervejas no bar que fico ao lado do museu. Essa é, com certeza, uma boa pedida para quem aprecia cervejas.

Horário de funcionamento: aberto de terça à quinta-feira das 13:00 às 16:30 h / Sexta, das 10:00 às 16:30 h / Sábado e domingo, das 10:00 às 18:30 h.

Valor da entrada no museu: Adulto: R$27,00 / Meia-entrada: R$14,00 / Moradores de Petrópolis: R$13.50 de terça à sexta-feira (valores sujeitos a alterações sem aviso prévio).

Localização: Rua Alfredo Pachá – Centro, Petrópolis.

Site: http://www.bohemia.com.br/

7 – Casa de Petrópolis (Casa dos 7 erros)

A casa, que é datada do século XIX, teve boa parte do material importado da Inglaterra, Franca e Itália para sua construção. Foi construída por José Tavares Guerra. As pinturas do interior da casa são obras do pintor alemão Schaeffer e do pintor italiano Dall Ara. Até hoje, a casa tenta conservar toda sua arquitetura e decoração.

Horário de funcionamento: Aberto de sexta-feira a domingo, das 14:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Adulto: R$10,00 / Meia-entrada: R$5,00.

Localização: Avenida Ipiranga,716 – Centro.

8 – Catedral São Pedro de Alcântara

Construída em estilo neogótico, o destaque da catedral fica por conta das tumbas da família imperial. Lá estão os restos mortais de Dom Pedro II, dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D`Eu, seu primogênito D. Pedro de Alcântara e sua esposa D. Elisabeth. A catedral é um simbolo muito importante para a história da cidade e é muita visitada.

Horário de funcionamento: Aberto diariamente, das 8:00 às 18:00 h.

Valor da entrada: Gratuita.

Localização: Rua São Pedro de Alcântara, 60 – Centro, Petrópolis.

Rio de Janeiro: cidade maravilhosa

 

A cidade do Rio de janeiro foi capital do Brasil entre 1763 e 1960 e é a segunda maior cidade do país, depois de São Paulo.

O Rio de Janeiro é mundialmente conhecida como a “cidade maravilhosa”. Conhecida por suas belas praias, pelo Cristo Redentor, pelo carnaval, dentre outros, a cidade é uma das mais conhecidas do Brasil no exterior.

Com inúmeros atrativos turísticos, não é a toa que a cidade receba milhares de turistas por todo o ano. O clima tropical que atua praticamente por todo o ano, faz com que muitos turistas optem em conhecer a cidade para aproveitar suas belíssimas praias.

O Rio de Janeiro é palco de grandes eventos nacionais e internacionais. Um desses, que acontece anualmente, é o famoso réveillon carioca. Anualmente, muitos moradores e turistas buscam a cidade para passar a virada do ano na famosa festa da Praia de Copacabana. Sua queima de fogos é espetacular. Além disso, a cidade já foi sede de jogos de Copas do Mundo, em 2014 e  palco das Olimpíadas 2016.

A cidade possui várias praias. Entre elas, está a famosa  Praia de Copacabana, onde fica localizado o suntuoso hotel Copacabana Palace, que serve de hospedagem a muitos artistas do mundo inteiro, e a Praia de Ipanema, habitat natural da Garota de Ipanema, famosa música de Tom Jobim e Vinicius de Morais tocada no mundo inteiro. Além das praias, a cidade possui parques, a Lagoa Rodrigo de Freitas, o bondinho do Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, parque do Jardim Botânico, o complexo da Quinta da Boa Vista, o estádio do Maracanã (sede da final da Copa do Mundo de 2014),  entre outros.

Atualmente a cidade vem passando por um grande processo urbanístico. O Rio de Janeiro sofreu diversas mudanças durante os últimos anos e com isso veio ganhando mais atrativos turísticos para seus moradores e turistas. Atualmente, a Praça Mauá sofreu uma grande reforma de revitalização urbanística e trouxe com isso o Museu de Arte do Rio (MAR) e um grande aquário, o AquaRio.

Ficou com vontade de conhecer essa bela cidade? Não perca tempo, planeje a sua viagem, anote nossas dicas e vá conhecer esse belíssimo destino.

Veneza

 

 

Veneza é uma das cidades da Itália com um charme particular. Construída sobre um arquipélago de 118 ilhas e formada por 150 canais, a cidade é dividida entre Mestre onde fica a maior parte terrestre da cidade e o centro de Veneza, onde se concentram os canais e os pontos turísticos.

A cidade é caracterizada pela UNESCO como patrimônio da humanidade e contém atrativos como museus, a Ponte Rialto, a Basílica de São Marcos, entre outros.

Um dos transportes muito usados antigamente para locomoção em Veneza eram as famosas gôndolas, hoje utilizadas para passeios de turistas e eventos. Porém, o transporte por água não deixou de existir. Muitos venezianos utilizam o vaporetti (barcos motorizados), além dos barcos táxis, que vão ate o aeroporto da cidade.

A cidade é rica em cultura com muitos museus, praças e monumentos como as igrejas e basílicas abertas a visitação.

Entre a primavera e o outono você poderá se deparar com a elevação de água pela cidade e encontrar passarelas elevadas para que os turistas e moradores possam circular. Isso é muito comum nessa época do ano, e se você estiver passeando na cidade capas de chuva e botas emborrachas serão bem vindas.

Outra dúvida que muitos turistas tem é de quantos dias tirar para conhecer Veneza? Digo que isso é muito relativo, pois caso tire para conhecer somente a cidade de Veneza, 3 dias serão o suficiente. Porém, caso queira visitar a Ilha de Murano, por exemplo, você poderá acrescentar mais um dia em seu roteiro.

Em Mestre, há opções mais baratas de hospedagem. Porém, procure se hospedar próximo à estacão de trem, pois isso facilitará sua ida até Veneza.

Para locomoção na cidade de Veneza, você fara quase tudo a pé. Outra opção de transporte muito usada é o vaporetto (são barcos que percorrem todo o canal grande e algumas ilhas). Segue link do site com preços e horários do transporte em Veneza:   http://www.actv.it/muoversiavenezia.

Passear em Veneza, além de conhecer os principais pontos turísticos, é andar pelos canais e apreciar cada cantinho desta cidade pitoresca. Anote nossas dicas e boa viagem!!!