Dicas de como alugar um carro em Orlando ou Miami

Uma das etapas para organizar uma boa viagem para Orlando é alugar um carro. Muitas pessoas optam por essa alternativa, pois as distancias por lá são grandes e o transporte público não é tao farto. Além disso, o conforto de se locomover para onde quiser a qualquer momento se alia com o espaço para acomodar as compras.

A maioria dos turistas já saem do Brasil com carro alugado, outros optam por alugar direto na chegada ao aeroporto. Minha dica sempre é que, se você pode alugar daqui e já chegar la no seu destino com tudo certo, para que deixar para resolver isso lá?

Para isso nós estamos aqui! Para ajuda-los com todas as dicas para já alugar seu carro do Brasil. Abaixo, seguem alguns itens necessários para aluguel de um carro no exterior:

  • Ser maior de 25 anos. Para menores de 25 anos, uma taxa extra é cobrada;
  • Possuir carteira de motorista válida com foto;
  • Contratar um seguro. Logo abaixo explico alguns deles;
  • Alugar itens opcionais como GPS, cadeira para crianças, entre outros;
  • Se você possuir uma carteira internacional de habilitação, também recomendo levá-la;
  • Possuir um cartão de credito internacional.

O processo é muito tranquilo.  Basta visitar sites internacionais de aluguel de carro e fazer a reserva. Indico sempre a Rentcars.com ou a Rentalcars.com, que são empresas confiáveis e que trabalham com várias operadoras de carro. Nesses sites, você coloca o local de retirada e devolução ou também pode optar por devolver o veículo em um local diferente da retirada. É só selecionar essa opção no menu da página. Além disso, deve colocar o dia e horário da retirada e da devolução, para cálculo da cobrança de diárias, e sua idade, para cálculos referentes ao seguro. Uma página com vários modelos de carro aparece e você escolhe aquele que quer. Fique sempre atento e leia tudo o que a oferta oferece, tais como opcionais, seguros, formas de pagamento e cancelamento. Leia o contrato com atenção!!

Sempre dou a dica para optar por pagar online, já com seguros e adicionais inclusos, pois assim você não terá que arcar com mais nada no destino. Apesar disso, os operadores da locadora vão sempre lhe oferecer diversos opcionais no balcão na hora da retirada do carro. Fique atento para não ser enganado ou contratar algo que não seja realmente necessário. Outra dica é sempre optar por carros que tenham cancelamento gratuito. Imprevistos podem acontecer e você não irá querer arcar com algo que não poderá utilizar.

Se preferir não ter muito trabalho, do Brasil mesmo, você poderá entrar em contato com uma agência de turismo e ela mesmo fará a reserva para você.

Quanto aos seguros, segue uma breve descrição para que possa escolher com base em mais informações:

– CDW, LDW (proteção total):  O locatário fica isento, de forma parcial, do envolvimento com os gastos em decorrência de prejuízos com o carro alugado em casos de roubo, furto, incêndio, perda total e danos ocasionados por colisões e acidentes. Geralmente, a locadora já oferece esse seguro incluso na tarifa.

– CPP, PAI, PEC, PAEC ou PTI (proteção pessoal):  Cobertura  no caso de morte acidental e para despesas médicas por lesões causadas durante um acidente.

– EP, LIS, LP ou ALI (proteção contra terceiros): Cobertura  para danos materiais e pessoais causados em terceiros durante acidentes com o automóvel alugado. Aqui, o locatário deverá assumir apenas a franquia ou co-participação estabelecida no contrato. Muitas empresas também oferecem esse seguro já incluso na tarifa. Ela geralmente é uma tarifa de aluguel mais cara, mas que já inclui esse seguro.

A maioria dos carros já vem com seguro básico incluso, o que é ótimo. Mas fica a critério do locador optar por seguros que abranjam mais itens. Opcionais como cadeirinhas de criança e GPS são da escolha de cada um. Mas, sempre informo, crianças pequenas devem utilizar a cadeira de acordo com a sua faixa etária. Isso é lei e a infração obviamente pode levar a multas! Além disso, caso você não alugue, estará colocando seu filho em risco. GPS é algo imprescindível em uma viajem fora do país. Mas, se você tiver um bom Smartphone com acesso à internet, poderá utilizá-lo e não precisará gastar com o aluguel do aparelho. Uma opção de se manter conectado nos E.U.A. é contratar e instalar um chip internacional em seu celular para ter franquia de internet e, assim poder utilizá-lo como GPS.

Dica: Recomendo a compra e instalação do chip internacional. Você verá que no final das contas sairá mais barato do que usar os serviços de sua operadora do Brasil. Neste link, segue a dica de como comprar um chip internacional ainda em nosso país antes de sua viagem.

Outra coisa super importante é sobre o bloqueio do valor caução. Todas as operadoras de aluguel de carro cobram um valor caução para retirada do carro. Cada operadora estipula um valor. Porém, no ato da devolução, se o carro não tiver sofrido nenhuma avaria o valor é desbloqueado do cartão. Outros custos com pedágios, multas, etc. também são descontados do valor caução. Alguns pedágios em Orlando e Miami não tem guichê de cobrança. São os famosos Toll-by-Plate. Nesse sistema, um sensor lê a placa do carro e cobra o pedágio do proprietário, no caso a locadora, que depois transfere a cobrança para você. Isso também acontece com as multas.

Uma dica importante é sobre o sistema de câmbio dos carros nos E.U.A. Caso você nunca tenha dirigido um carro automático, recomendo dar uma lida de como fazê-lo, pois lá todos os carros têm esse tipo  de câmbio. Além disso, recomendo ler as leis de trânsito e pegar dicas de como dirigir em Orlando e Miami. Não é nada complicado, mas vale a pena a leitura.

Ficou com alguma dúvida? Quer dar uma sugestão ? Precisa de ajuda para alugar um carro? Envie-nos um e-mail ou escreva abaixo desse post. Será um prazer ajudá-los.

Montevidéu

Este slideshow necessita de JavaScript.

Montevidéu é um destino muito procurado por brasileiros, assim como Buenos Aires, para a primeira viagem internacional. À 3 horas de voo, tanto do Rio de Janeiro como de São Paulo, é um destino que cabe em um fim de semana ou feriado prolongado.

Caso queira incluir mais dias de visita a Montevidéu, a dica é tirar alguns dias para conhecer cidades próximas como Punta del Este (120 km de distancia) e Colonia del Sacramento (180 km de distancia).

Já na cidade de Montevidéu, comece o seu tour pela cidade velha. Caminhe por ali e vá até o Mercado del Puerto, onde poderá comer uma parrilla uruguaia. Dê uma volta pela Plaza Constitución, onde está localizada a  Catedral Metropolitana de Montevidéu. Já na Plaza Independência, não deixe de visitar o conhecido Teatro Sólis e fazer uma visita guiada. A única visita em português ocorre às 16:00 h. Aproveite para tirar uma foto da Puerta de la Ciudadela e conhecer  Mausóleo General Jose Artigas (monumento que guarda as cinzas desse herói nacional), que fica bem no meio da praça.

Na praça também se encontra um dos prédios mais antigos da cidade, o Palácio Salvo. Continuando no sentido contrário da praça, caminhe pela AV. 18 de Julho e vá desbravando o comércio local. Ao longo da avenida, você verá a fonte dos cadeados e o Mirador da Intendência de Montevidéu. No local, há um mirante no último andar do edifício com uma bela vista da cidade.

Ainda na cidade velha é possível visitar os museus Torres García (museu dedicado ao maior artista uruguaio), Museu Andes 1972 (museu que relembra a queda do avião com time uruguaio),  Museu del Carnaval, Museu Histórico Nacional, dentre outros.

No dia seguinte, vá ate o bairro de Pocitos, onde é possível passear pelas ramblas e tirar uma foto no letreiro de Montevidéu. A rambla com extensão de 22 km margeia o Rio da Prata. Conheça o Parque Rodó, que fica em frente a pria de Ramirez.

O bairro de Pocitos tem uma noite bem agitada. Aproveite para passear e conhecer alguns restaurantes locais.

Outro local a ser visitado e que conta com uma visita guiada em português, que ocorre em dois horários às 10:30 h  e às 15 h, é o Palácio Legislativo. Ele fica localizado no bairro Aguada a 3 km da Plaza Independência.

As distâncias entre alguns pontos turísticos é um pouco grande. Se você não quiser utilizar o transporte público, recomendo alugar um carro. O site que sempre indico é o Rental Cars.

Na cidade, também é possível assistir a shows de tango e conhecer e jogar em cassinos.

Caso tenha mais um dia disponível na sua viagem, é possível ir até a vinícola Bodega Bouza, que fica a 16 km do centro de Montevidéu.

Gostou das dicas, não deixe de ler esse post onde detalho alguns pontos turísticos da cidade e boa viagem!!!