Berlim: a capital reunificada

Capital da Alemanha, Berlim é cheia de história e beleza. A cidade passou por muitos altos e baixos. Em um de seus períodos mais conturbados, a construção de um muro dividiu não somente a cidade, mas cada família que viveu esse pedaço da história. Quando finalmente houve a reunificação da cidade (e do país), esta passou a se tornar uma das mais incríveis da Europa.

Portão de Brademburgo

Conhecer Berlim é se integrar na história desse país e em tudo o que aconteceu. É querer conhecer cada museu, praça, palácio, restaurante e atrativo que ela tem a nos oferecer. A dica é andar muito e desbravar todos os principais pontos turísticos da cidade sem pressa. O clima nessa região da Alemanha é mais frio, mesmo na época mais quente do ano.

Na época de natal, a cidade se transforma e as baixas temperaturas ficam em segundo plano. Visitar e curtir as lindas feiras de natal e tirar uma foto junto à enorme árvore no Portão de Bradenrburgo de recordação são coisas a se colocar na lista para fazer na cidade.

Para conhecer bem as atracões da cidade, uma estadia de no minimo cinco diárias é o ideal para começar. Verifique a época do ano que irá visitá-la por conta das baixas temperaturas. Além disso, atente-se para a região onde irá se hospedar. O ideal é que seu hotel fique próximo a uma estação de metrô, pois a cidade é toda cortada por ele. O bairro central de Mitte é uma boa dica de hospedagem, por estar localizado próximo a Ilha dos Museus e a outros atrativos.

Como citei acima, a melhor opção para se locomover na cidade é usando o transporte público. Lá, os sistemas mais usados são o ônibus, metrô (subterrâneo – U-Bahn) e o tram (bondinho – S-Bahn). Nos pontos de ônibus e tram, você encontrara uma tabela com os locais que aquela linha percorre e seus horários. A rede de transporte se divide em três zonas: A, B e C. A zona A é onde se concentra a maior parte dos pontos turísticos. Você também pode optar pelos ônibus turísticos o Hop On – Hop Off, onde você paga um valor por tantos dias de viagem e sobe e desce nas principais atrações.

Dica: Em Berlim, há a linha de ônibus 100, que percorre as principais atrações turísticas. Seu trajeto é entre a estação Zoologischer Garten e a Alexanderplatz. Essa é uma linha comum de transporte deles, por isso sai bem em conta utilizá-lo. O bilhete unitário sai a 2,70 euros (em 04/2017). Para mais detalhes de como se locomover com o transporte público em Berlim, acesse o site da BVG.

Quanto à hospedagem, a dica principal é se hospedar próximo a uma estação de metrô. Escolha preferencialmente algum desses bairros: Mitte, Tiergarten ou Charlottenburg. Sempre uso o Booking.com para pesquisas e reservas de hotéis. Não deixe de olhar o mapa e ver a região onde o hotel fica.

As principais atrações da cidade que você não pode deixar de visitar são o Portão de Bradenburgo, a Ilha dos Museus, o Muro de Berlim, o Reichstag, o Memorial do Holocausto, a Alexanderplatz, a Torre de TV, o Gendarmenmarkt, o Checkpoint Charlie e a Igreja Memorial Kaiser Wilhelm. Além desta lista enorma, há muitos outros pontos de interesse. Leia detalhes desses atrativos neste outro post.

Salsicha branca alemã

E não menos importante, não deixe de experimentar a comida típica da Alemanha: seus salsichões, o famoso Currywurst (O Curry 36 é um dos mais famosos na cidade), a tradicional cerveja alemã, o pretzel, e o famoso chocolate Ritter Sport (não deixe de visitar sua enorme loja em Berlim).

A cidade de Berlim, é impressionaste e você não deve deixá-la de fora em sua visita à Europa ou à Alemanha. Anote todas as nossas dicas e inclua ela no seu roteiro. Boa Viagem!!!

Anúncios